Derrubando mitos

Hoje é o "Dia Internacional do Gato"

O Dia Internacional do Gato é celebrado em 8 de agosto desde 2002 e foi definido pela International Fund for Animal Welfare (Fundo Internacional Para o Bem-Estar Animal). Um bom...

542

08/08/2015 às 22:00
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Por Fátima ChueCCo (Da Redação)

Foto: Fátima Chuecco

Foto: Fátima Chuecco

O Dia Internacional do Gato é celebrado em 8 de agosto desde 2002 e foi definido pela International Fund for Animal Welfare (Fundo Internacional Para o Bem-Estar Animal). Um bom momento para refletirmos sobre o comportamento felino e derrubarmos certos mitos, além de compreender melhor o estilo de vida dos gatos … sim… porque como já dizia Charles Bukowski, “estilo é a resposta para tudo… eu já vi cães com mais estilo que homens… gatos têm em abundância”.

Mitos:

1) “Todo gato caça passarinho e rato”

Foto: Fátima Chuecco

Foto: Fátima Chuecco

Muitos gatos não caçam, outros pegam passarinhos e ratos, mas não machucam e outros pegam e matam. Depende da personalidade de cada um. Da mesma forma, nem todo cão detesta gato, alguns não ligam para os gatos e outros os atacam. Os animais mais evoluídos não têm comportamento padrão. No entanto, ratos fogem de gatos instintivamente. Por isso, basta ter um gato na casa para os gatos se mandarem. Basta ter uma caixinha com areia de gato usada para os ratos procurarem outro lugar para viver.

2) “Gato gosta da casa e não do tutor”

Uma das maiores inverdades já espalhadas. Os gatos amam e acompanham seus tutor. Quem tem gato sabe disso e quem nunca teve deveria ficar quieto.

3) “Gato que não faz suas necessidades na areia é mal-educado”

Foto: Fátima Chuecco

Foto: Fátima Chuecco

Todo gato instintivamente, desde pequeno, procura a caixa de areia ou o jardim de uma casa para fazer xixi e coco. Atentos a sua higiene pessoal, eles cobrem tudo. Quando fazem fora da caixinha é porque ela já está suja demais, com pouca areia, perto da comida ou porque eles estão com algum problema de saúde e querem chamar a atenção para isso

4) “Gato dorme de dia e fica atento à noite”

Depende da personalidade do gato e costumes da casa onde vive. Em geral, gatos dormem junto com seus tutores e acordam com eles. Alguns, geralmente mais jovenzinhos, continuam brincando à noite, mas a tendência é se ajustarem aos costumes dos tutores e dormirem a noite toda. Claro que isso não vale para gato abandonado.

Foto: Fátima Chuecco

Foto: Fátima Chuecco

5) “Gato é traiçoeiro”

Inverdade sem qualquer fundamento. Gatos amam e defendem seus tutores. São carinhosos e companheiros, com exceção de um ou outro que já esteja muito traumatizado ou tenha se mantido selvagem, mas ainda assim o termo traição não se aplica. Algumas pessoas passam a mão onde alguns gatos não gostam como na barriga deles e, se são levemente arranhadas por isso dizem que o gato é traiçoeiro. Se eu enfiar o dedo no ouvido de uma pessoa e ela der instintivamente um tapa na minha mão posso dizer que ela é traiçoeira?

6) “Gato absorve energia negativa”

Na verdade, gatos absorvem e dissipam energia eletrostática de aparelhos elétricos e eletrônicos e de seus tutores se estiverem “carregados” dessa energia e, normalmente, todo mundo que passa o dia na frente de um computador tem bastante energia eletrostática acumulada no corpo. Nesse caso é ótimo ter um bichano no colo ou para dividir a cama. É uma limpeza natural do corpo e ambiente. É por isso que gatos dormem sobre impressoras, modens, TVs e tudo que for quentinho e estiver ligado na eletricidade.

Foto: Fátima Chuecco

Foto: Fátima Chuecco

7) “Gato é frio, distante e independente”

Independência está presente em muitos gatos, mas isso não quer dizer que são frios e distantes. Muitos gatos fazem valer sua vontade deixando, por exemplo, de comer uma ração que não apreciam e não aceitando a imposição de uma caminha ou lugar para dormir. Mas esse comportamento não tem nada a ver com frieza e sim com vontade própria.

8) “Gato detesta água”

A maioria não gosta de banho e chuva, mas há cada vez mais exceções. No entanto, vale lembrar que não há necessidade de dar banho em gato, principalmente, se ele não sai de casa. Eles mesmos se banham e precisam fazer isso. Pote com água para beber é essencial, mas eles preferem água corrente, saindo da torneira ou de uma fonte.

Foto: Fátima Chuecco

Foto: Fátima Chuecco

9) “Gato transmite toxoplasmose”

Em casos raríssimos, pois, a mais comum forma de pegar essa doença é ingerindo carne mal-passada. Nem todo gato tem a bactéria da toxoplasmose e, mesmo quando tem, só a elimina uma vez na vida nas fezes. Uma única vez. E é nessa ocasião que, se a pessoa tiver contato muito direto com as fezes poderá se contaminar. Mas todo mundo usa pazinha para recolher as fezes, né? Então contaminação por meio do gato é algo muito, mas muito raro.

10) “Gato sempre cai em pé”

Depende da distância do solo e do tipo físico do bichano. Um gatinho fora do peso não gira no ar e cai em pé. Se a altura for pequena e o gato for solto de barriga para cima ele pode cair deitado e se ferir. Se a altura for alta demais ele pode morrer e sofrer graves fraturas. O gato tem a habilidade de cair em pé, mas depende das condições dele e da queda.

11) “Gato não passeia de coleira”

Passeia sim, mas preferem peitoral porque eles não gostam de ser conduzidos pelo pescoço. E nem é preciso acostumar desde pequeno. Alguns gatos aceitam o peitoral depois de adultos, enquanto outros não aceitam nunca. Mais uma vez, depende muito da personalidade do bichano que tem que ser respeitada.

12) “Gato não atende pelo nome”

Atende. Entende o nome e outras palavras, assim como os cães e outros animais. E se comunicam conosco. Quem tem gato reconhece alguns miados e entende o que o gato está querendo

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.