GAM resgata 35 pássaros silvestres em Campos (RJ)


Pássaros foram encaminhados ao Núcleo de Estudos e Pesquisa em Animais Selvagens (Nepas) da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) (Foto: Divulgação/Prefeitura de Campos)
Pássaros foram encaminhados ao Núcleo de Estudos e Pesquisa em Animais Selvagens (Nepas) da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) (Foto: Divulgação/Prefeitura de Campos)

O Grupamento Ambiental (GAM), ligado à Guarda Civil Municipal, resgatou 19 pássaros silvestres na tarde de domingo (24) em uma residência no Parque Santo Amaro, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. Os animais estavam em gaiolas, sendo cinco sanhaços, três trinca-ferros, três canários-da-terra, um tiziu e sete papa-capins, além de oito alçapões. Pela manhã, ainda no domingo (23), a operação ocorreu no Parque Novo Mundo, em Guarus. Foram 9 tizis e sete papa-capins.

O comandante do GAM, o biólogo Sávio Tatagiba, lembra que após ocorrência os pássaros foram encaminhados ao Núcleo de Estudos e Pesquisa em Animais Selvagens (Nepas) da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), onde serão avaliados e, assim que estiverem em condições, devolvidos ao habitat.

Nenhuma das espécies está ameaçada de extinção, mas a Lei de Crimes Ambientais considera crime contra a fauna a manutenção de animais silvestres em cativeiro sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente. Denúncias de animais silvestres em cativeiro podem feitas pelos telefones 153 e (22) 2725-6483.

Fonte: G1

Nota da Redação: Como nós, os animais nasceram para viver livremente. Manter um animal engaiolado é um dos crimes mais cruéis do ponto de vista ético. Infelizmente as nossas leis ainda permitem que algumas espécies de aves sejam caçadas, comercializadas e aprisionadas apenas para satisfazer a ganância e os desejos inconscientes e cruéis de algumas pessoas. Não podemos mais aceitar calados este tipo de prática como também todas as outras que tratam os animais apenas como mercadoria ou objeto de decoração. As leis precisam avançar e proibir qualquer forma de manutenção de animais em cativeiro.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SOB INVESTIGAÇÃO

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>