Cães e gatos sofrem com o tempo seco


Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Em épocas de tempo muito seco, a procura de proprietários de cachorros e gatos por atendimento médico aumenta cerca de 30%. E segundo os veterinários esse aumento acontece pela falta de informação com relação às mudanças de hábito que precisam ser tomadas no dia a dia do animal.

E uma das dicas mais importantes é com relação à água do animal, ela precisa estar sempre fresca e nunca pode faltar para que o animal possa saciar a vontade e se hidratar.

Para as pessoas que não ficam em casa durante o dia e não podem repor ou trocar a água com frequência, o mais indicado é que espalhem os potinhos pela casa, para que se acabar em um, o animal consiga se dirigir a outro para matar a sede. Outro ponto importante é o local de colocar as vasilhas, precisa ser um lugar que não bata sol.

Além de tomar esses cuidados, os tutores precisam ficar atentos para ver se o pet apresenta coceira no olho, cansaço, boca seca, desidratação e dificuldades para respirar são os principais sintomas apresentados pelos animais durante os períodos que o ar está muito seco.

Uma dica é para deixar um umidificador de ar ligado, principalmente, à noite. Para quem não tem o aparelho, usar uma toalha molhada durante a noite no cômodo em que o animal costuma dormir já ajuda muito. Porém, se os problemas persistirem, a procura por um veterinário é indiscutível.

Fonte: MaxPress


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PRESERVAÇÃO

VAQUINHA ON-LINE

FINAL FELIZ

LEALDADE

COMPROMISSO

ESPECIAL

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>