"Galinhas-bombas" são usadas como arma no Estado Islâmico


(da Redação)

Foto: Reprodução /Daily Mail
Foto: Reprodução /Daily Mail

Extremistas jihadistas que lutam pelo Estado Islâmico no Iraque estariam usando “galinhas-suicidas” para atacar seus opositores. As informações são do portal R7 e do Daily Mail.

Segundo fontes locais, os soldados estão amarrando cerca de cinco explosivos em galinhas que são “incentivadas” a andar pelos campos inimigos. Quando os animais conseguem entrar no território dos opositores os explosivos são ativados remotamente matando e destruindo tudo que está próximo ao animal.

As imagens ganharam notoriedade em redes sociais e despertaram diversas críticas. A autenticidade das imagens, no entanto, não pôde ser confirmada.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE

CRUELDADE

TECNOLOGIA

DESUMANIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>