Em Belém (PA), casal encontra cachorra desaparecida após queima de fogos


Foto: Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal

Um casal encontrou na noite de segunda-feira (29) a cachorrinha Mollye, que desapareceu após uma queima de fogos na manhã do último domingo (28), no bairro da Pedreira, em Belém. Eles viram a reportagem no G1 sobre a mobilização da família e amigos para encontrar o animal e a reconheceram na rua.

Mollye estava em uma vila localizada na travessa Barão do Triunfo, no mesmo bairro onde mora. Segundo o casal, eles leram a matéria pela tarde e horas depois a cachorra apareceu na sua casa. “Tem coisas que a gente nem acredita, né? Eu digo que não fui eu que a encontrei, ela que me encontrou. Horas antes eu a tinha visto a matéria e em seguida ela estava ali na minha frente”, conta Wallace Cunha, gestor em tecnologia da informação.

Foto: Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal

Wallace disse ainda que estava estudando quando viu um cachorro pulando o muro de sua casa. “Primeiro vi se era de rua, mas era bem cuidada e estava muito inquieta, foi aí que eu me lembrei da matéria e liguei para minha esposa para entrarmos em contato com a dona da cadela. Ligamos e em pouco tempo ela foi buscar. Poder ajudar no reencontro de uma família faz a gente se sentir muito bem”, afirmou.

A tutora de Mollye, a professora Andrelina Pereira, conta que estava esperançosa de encontrar o animal. Ela disse que a cada telefonema achava que era alguém para avisar que tinham encontrado a cachorra. “Ontem a noite quando tocou meu celular, eu pensei: acharam a Mollye e eu ainda nem tinha visto o número do telefone”, lembra Andrelina.

“Quando ela nos viu ela, ficou muito feliz, parecia um canguru, doida, doida. A gente não sabe a falta que um animal desse faz para a gente. Ela é a nossa guardiã. Ela estava muito suja, muito fedida da rua, mas já tomou um bom banho e agora é só carinho. A gente vai ter cuidado redobrado porque a gente sabe do que ela é capaz com medo”, afirmou a professora.

Fonte: G1


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

EMPREENDEDORISMO

AÇÃO HUMANA

CONSCIENTIZAÇÃO

ABUSO

ÓRFÃO

COREIA DO SUL

SOB INVESTIGAÇÃO

RETROCESSO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>