Acionistas da Tesla pedem a Musk que os carros elétricos sejam veganos


Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O sedã Model X, da Tesla Motors Inc., já abandonou a gasolina. Agora, dois acionistas do Texas querem que a fabricante de automóveis elétricos também deixe de usar produtos animais.

Na reunião anual da empresa, ocorrida na terça-feira, Mark e Elizabeth Peters, acionistas de Hurst, Texas, pediram que a Tesla pare de usar materiais de fonte animal nos componentes do interior dos veículos, como bancos de couro. Uma das propostas seria reduzir o uso desses produtos até eliminá-los completamente por volta de 2019. Outra proposta foi que a Tesla explorasse a possibilidade de se tornar a primeira marca de carros premium “sem maltrato de animais”.

É possível pedir o Model S sem banco de couro, mas é impossível que ele não tenha absolutamente nenhum friso de couro, disse Khobi Brooklyn, porta-voz da Tesla. Elizabeth Peters disse que seu marido, Mark, teve que tomar “medidas extremas” para dar-lhe um Tesla vegano de presente no aniversário de casamento.

A Tesla pode continuar enchendo os carros de couro de seres sencientes, que sofrem um horror indescritível”, disse Peters, que contou ter sido criada em uma fazenda de produção de vitela. “Ou a Tesla pode adotar uma das diversas opções de interiores de couro sintético, como a Mercedes-Benz, a Lexus, a BMW, a Infiniti e outras, em que não há maltrato de animais”.

Prioridades

“O conselho dirigente da Tesla recomendou rejeitar ambas as propostas e disse que explorar alternativas ao couro poderia “obstruir ou atrasar” a empresa, por desviá-la de suas tarefas mais prioritárias. O resultado da votação dos acionistas deve sair dentro de quatro dias úteis, disse a empresa.

Um representante da organização Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais (Peta) perguntaram posteriormente ao CEO da Tesla, Elon Musk, se o grupo defensor dos direitos dos animais poderia ajudar a fabricante de carros a encontrar alternativas veganas ao couro.

“Vamos analisar isso”, disse Musk.

Fonte: Infomoney


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VAQUINHA ON-LINE

FINAL FELIZ

LEALDADE

COMPROMISSO

ESPECIAL

MAUS-TRATOS

FELICIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>