estados unidos

Cão de 20 anos de idade deixado em abrigo por seu tutor é adotado

(da Redação)

Foto: Facebook/Gina Gudino
Foto: Facebook/Gina Gudino

Lucky foi entregue ao serviço de controle de zoonoses em San Antonio, no Texas (EUA), pelo seu tutor que alegava não poder mais cuidar dele. Ele é comprovadamente um cão idoso, de 20 anos de idade. As informações são do The Dodo.

“A rendição de um cão pelo tutor é uma sentença de morte, particularmente quando se trata de cães mais velhos”, diz Nancy Stoorza, da ONG 4 Paws Farm baseada em Houston, ao The Dodo.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO
Foto: Facebook/Gina Gaudino
Foto: Facebook/Gina Gaudino

A 4 Paws Farm correu desesperadamente para salvar Lucky da morte certa. Para isso percorreram 320 quilômetros de distância.

“Não estava havendo nenhum progresso através do abrigo”, conta Stoorza, e então a 4 Paws Farm contatou dois amigos em San Antonio. “Eles se ofereceram imediatamente”, diz ela. Amantes de cães uniram-se para buscar o animal e salvá-lo da beira da morte. “Nós temos sorte por termos amigos dispostos”.

Um dos amigos da 4 Paws adotou Lucky, e agora ele tem o lar que merece.

Foto: Facebook/4 Paws Farm
Foto: Facebook/4 Paws Farm

Aos 20 anos de idade, Lucky aprendeu – e nos ensina – o significado da palavra “esperança”.

Para conhecer mais sobre a sua história, visite o site da 4 Paws ou a sua página no Facebook.

Foto: Facebook/4 Paws Farm
Foto: Facebook/4 Paws Farm

1 COMENTÁRIO

  1. A não ser que seu tutor estivesse gravemente enfermo ou morto, nada justifica o abandono de um vovô quando falta tão pouco para ele “viajar” em definitivo. Um dia seremos avôs e avós tão carentes quanto ele do carinho e companhia que tão bem soubemos oferecer aos nossos amados quando tínhamos saúde, força e juventude. Você está vivo e bonitão ainda Lucky, curta essa vida nova e esqueça o resto.

  2. Temos muito para aprender com os animais para podermos reforçar a qualidade do nosso caráter, como: amizade, solidariedade, companheirismo, compaixão, fidelidade… e muito mais por toda a idade!…

  3. MEU DEUS!! Fiquei arrepiada. Lembrei do meu LHASA APSO DE 20 ANOS, chamado RAMBO, cuja foto está na minha carteira, e ao qual devo muito, muito, e muito, NUNCA poderei agradecer o suficiente ao meu Eterno e Amado
    Amigo e Filho Canino RAMBO. Ele foi um ANJO na minha vida.
    LUCKY vai conhecer o verdadeiro AMOR agora, querido, como sua NOVA FAMILIA, e não com aquela que te abandonou1

  4. Eu só queria entender como um ser humano que convive por 20 anos com um cão, pode simplesmente abandonar esse parceiro de uma vida! Minha filha tem 20 anos e temos uma labradora de 13 anos. Nos pegamos pensando como será o dia em que São Francisco a pegar nos braços e levar para além da Ponte do Arco Iris… Como pode essa total ausencia de sentimentos? Por mais que eu viva nesse mundo, jamais vou entender que tipo de “gente” é essa! Que bom que ele terá um lar para passar sua velhice em paz….Abençoados os que acolhem um animal indefeso!

    • Silvana que modo doce de dizer ” Pegamos nos pensando o dia em que São Francisco a pegar nos braços e levar para além da Ponte do Arco Iris.

      Lindo !!

  5. Um ser desprezível, indigno de respeito, direitos, sem valores a não ser o do $$, merece o mesmo fim qdo mais precisar… E dizer o q mais de alguém capaz de uma covardia dessa?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui