38 arraias são apreendidas com grupo no interior do AM, diz polícia


Arraias foram encontradas dentro de sacos plásticos em picape (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Arraias foram encontradas dentro de sacos plásticos em picape (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Três homens foram presos e um menor de idade foi apreendido na segunda-feira (16) suspeitos de envolvimento com o tráfico de animais silvestres. A prisão ocorreu no município de São Paulo de Olivença, a 985 km de Manaus. Foram apreendidos um carro com 31 arraias vivas e sete mortas.

Segundo informações da Polícia Civil, o quarteto já era investigado desde 2013. Eles foram encontrados nas proximidades do aeroporto do município após denúncias anônimas. Antes, a polícia já havia apreendido uma picape abandonada pelos suspeitos.

Animais encontram-se sob cuidados de técnicos (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Animais encontram-se sob cuidados de técnicos (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

De acordo com a polícia, os homens confessaram terem abandonado o veículo com 38 arraias de espécies raras, todas alojadas em sacos plásticos. Sete dos animais já estavam mortos.

O titular do 52º Distrito Integrado de Polícia (DIP), José Afonso Barradas Junior, informou que parte dessa quadrilha já havia sido presa em 2013, quando tentava embarcar com uma grande quantidade ilegal de peixes. O grupo pretendia enviar os animais para os Estados Unidos via Colômbia, segundo o delegado.

A Polícia Civil chegou a informar que os animais apreendidos são avaliados em cerca de R$ 1 milhão. As espécies apreendidas encontram-se agora sob cuidados de técnicos no município.

Fonte: G1


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PROGRESSO

GANÂNCIA

DESTRUIÇÃO AMBIENTAL

COREIA DO SUL

VEGANISMO

PRESSÃO PÚBLICA

RESILIÊNCIA

RECOMEÇO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>