Grupo promove ações em defesa dos botos em Laguna (SC)


Foto: Elvis Palma/Divulgação/Notisul.
Foto: Elvis Palma/Divulgação/Notisul.

Redes de pesca no rio Tubarão, jet skis em alta velocidade, poluição da água por coliformes fecais, resíduos de agrotóxicos e produtos químicos. Este é o cenário do habitat de uma das mais notáveis espécies de golfinhos no mundo: os botos pescadores de Laguna.

Um grupo do Instituto Sea Shepherd Brasil (ISSB) promoverá durante este ano a campanha ‘Cetáceos para Sempre’. A próxima ação popular será a limpeza dos molhes da barra, ainda sem data definida. Outros atos ocorrem, porém os voluntários assinaram um termo de confidencialidade. A campanha iniciou há três meses e duas saídas a campo foram realizadas. Uma delas com a Defesa Civil, em vistoria embarcada para coleta de água e averiguação de fauna contaminada devido ao vazamento de produtos químicos no rio Tubarão. Nesta, foram encontradas 50 redes de espera e 30 motos náuticas em excesso de velocidade no trajeto até Laguna pelo rio Tubarão e Lagoa Santo Antônio dos Anjos.

“Assumimos um compromisso com os botos de Laguna e faremos tudo para defendê-los. Sabemos que há uma diminuição considerável de peixes, o que leva a mais redes de pesca clandestinas, porém a solução não é esta, mas sim a diversificação das atividades. Os botos pescadores, além dos benefícios que trazem para a economia, também atraem turistas, o que gera outras fontes de renda. Da forma como está acabarão os peixes e os botos”, avalia o voluntário do ISSB Alexandre Pêssoa.

A luta do instituto

O Sea Shepherd mostra ao mundo todos os anos a matança e captura de muitos golfinhos em Taiji, no Japão, ação vista como uma prática cruel, anti-ética. No Brasil, as redes de pesca, presas de uma margem à outra na principal rota dos botos pescadores, também é cruel, anti-ética e ilegal.

Pesquisadores apontam a existência de 50 golfinhos em Laguna, há uma década eram uns 80, mas há moradores que afirmam não ter mais que 20.

Fonte: NotiSul


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESMATAMENTO

BARBÁRIE

PRESSÃO INTERNACIONAL

INVOLUÇÃO

UNIÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>