Tartarugas bebês são avistadas após 100 anos


As tartarugas da ilha Pinzón estavam em risco de extinção
As tartarugas da ilha Pinzón estavam em risco de extinção

Uma centena de anos depois, várias tartarugas bebés foram avistadas em Pinzón, uma das ilhas Galápagos (Equador). Estes nascimentos são importantes para contrariar a extinção desta espécie.

Investigadores da State University of New York (EUA) fizeram uma expedição ao local para fazerem um levantamento da população de tartarugas. Os investigadores marcaram os animais que encontraram com um chip de identificação e com uma pequena marca na pata.

Durante esta expedição, realizada em Dezembro passado, a equipa deparou-se com um grupo de tartarugas bebés, sendo que as crias desta espécie já não eram vistas naquela ilha há cerca de 100 anos.

De acordo com a descrição de um dos membros da equipa de expedição, James Gibbs, esta foi “uma descoberta emocionante, uma vez que são as primeiras espécies deste género que são avistadas neste local durante o último século”, lê-se no site oficial da Galapagos Conservancy, uma organização criada para proteger a biodiversidade e o ecossistema das ilhas Galápagos.

*Esta notícia foi escrita, originalmente, em português europeu e foi mantida em seus padrões linguísticos e ortográficos, em respeito a nossos leitores.

Fonte: Boas Notícias


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SOB INVESTIGAÇÃO

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>