SC cria ‘Samu veterinário’ para atender animais de rua


Florianópolis inaugurou nesta sexta-feira um serviço de atendimento de ambulância para animais feridos. O Samuvet, como já ficou conhecido, irá oferecer resgate para animais feridos pelas ruas da capital catarinense.

Um veículo foi colocado à disposição com um motorista, e dois médicos veterinários irão se revezar no atendimento (Foto: Prefeitura de Florianópolis / Divulgação)
Um veículo foi colocado à disposição com um motorista, e dois médicos veterinários irão se revezar no atendimento (Foto: Prefeitura de Florianópolis / Divulgação)

O serviço de ambulância veterinária irá funcionar de forma semelhante ao Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) tradicional. Um veículo foi colocado à disposição com um motorista, e dois médicos veterinários irão se revezar no atendimento, 24 horas por dia. O funcionamento começou neste sexta, ainda em forma de testes, pelo período de 90 dias. Após esse prazo, o funcionamento e as regras do serviço serão regulamentados por um decreto do prefeito César Souza Júnior (PSD).

O Samuvet será acionado pela Guarda Municipal, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros diante de casos de extrema urgência, como atropelamento de cães ou gatos de rua, cavalos soltos em vias públicas, resgate de animais usados em farra do boi ou ocorrência de ataques contra pessoas. O acionamento será realizado exclusivamente para animais de rua.

Inédito no País, o projeto visa atender ocorrências que são normalmente registradas durante a noite, quando os animais feridos muitas vezes agonizam até a morte sem nenhum tipo de socorro apropriado.

O diretor do Bem-Estar Animal de Florianópolis, Eduardo Cavallazzi, idealizador do projeto, afirma que a divisão municipal atende por semana cerca de 15 casos de cães, gatos ou cavalos atropelados ou baleados. “Quando esses animais de rua são atropelados ou baleados durante a noite e nos finais de semana, não há para onde levá-los ou como atendê-los em situações extremas”, afirma, destacando que o Samuvet irá ser acionado justamente para suprir essa falta de atendimento aos animais de rua. “A prefeitura será acionada somente quando a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e a Guarda Municipal não tiverem condições de resolver o problema no local.”

Fonte: Terra


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COVARDIA

CRUELDADE

PROTEÇÃO ANIMAL

ALERTA

VITÓRIA

INVESTIGAÇÃO

FLÓRIDA

JAPÃO

AVANÇO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>