"nunca iríamos sem eles”

Famíla se muda do Brasil e leva junto os 12 animais domésticos

(Reprodução/Instagram)

Marina Matamoros decidiu deixar o país no final de 2014. Formada em hotelaria, a jovem organizou a mudança junto com a mãe, o irmão e a cunhada. O grande porém é que também faziam parte da família cinco cachorros e sete gatos. Claro que levar a turminha sempre fez partes dos planos e foi preciso muito cuidado com o transporte. “A ideia surgiu para fugir da violência e descaso do Brasil. Mas nunca iríamos sem eles”, conta.

O primeiro passo foi conhecer as leis do outro país e planejar o conforto da viagem. “Para começar, ligamos para a prefeitura de Barcelona e perguntamos sobre a possibilidade de levar os 12 animais. A resposta foi positiva, desde que a casa tivesse determinada dimensão que os atendesse, todos estivessem saudáveis, não ficassem muitas horas sozinhos e fossem cadastrados no censo da prefeitura”, lembra.

Com a principal dúvida resolvida, Marina iniciou os procedimentos legais do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de São Paulo. Os pets precisavam ser vacinados e passar por acompanhamento. “ Há uma quarentena de 90 dias. Antes do embarque são novamente avaliados e, estando saudáveis recebem o atestado veterinário de saúde. Só assim poderiam ter o Certificado Zoossanitário Internacional (CZI)”, explica.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Além da documentação, era preciso planejar os custos do transporte, já que os valores eram altos e passariam dos R$ 40 mil. “Toda essa parte não pôde ser parcelada e ainda havia a mudança em si, passagens, etc. Dividimos os custos e até empréstimos fizemos”.

Transporte

A preocupação com a saúde dos animais após o vôo fez com que Marina ficasse apreensiva. Parte da família foi antes para receber os animais na Europa, a jovem ficoou para embarcar os cães e os gatos em etapas. Ao todo, foram três desembarques e uma maratona de seis horas até a liberação dos últimos animais.

“O coração ficava super apertado. Quando finalmente os encontrei caí no choro, pois dá uma angústia a espera, até ver que todos chegaram bem. E todos chegaram, felizmente”, explica, emocionada.

Abandono

Deixar os animais para trás nunca foi opção. A protetora animal conta que não teria realizado a mudança se eles não pudessem ir. “Não acredito que a pessoa possa começar algo novo fazendo o mal.

Como um recomeço de sorte a partir de um abandono? Que felicidade a covardia, sofrimento e morte pode alcançar?”, questiona a jovem.

Fonte: Procura-se Cachorro

1 COMENTÁRIO

  1. LINDA HISTÓRIA DE AMOR. QUE DEUS ABENÇOE VCS MAIS E MAIS. CHOREI DE EMOÇÃO…….MUITAS FELICIDADES P TD FAMÍLIA JUNTAMENTE C O MIAUS E AUAUS..

  2. Bacana mesmo, tenho 7 gatos e fico muito preocupado em ter que fazer o mesmo, claro nunca ia abandonar eles não tem como, já são parte da família cada um com sua particularidade é muito legal o convívio. A matéria poderia ter colocado o valor do custo que essa família teve.

  3. Tenho uma amiga querida da qual me orgulho que embarcou no início do ano com seus seis Gatinhos vira-latas cariocas para Portugal. Ir sem eles jamais passou por sua cabeça apesar de todo o trabalho, gastos e burocracia… Parabéns!!!

  4. Voces são maravilhosos! Eu NUNCA IRIA EMBORA SEM LEVAR OS MEUS ANIMAIS!!! Eles são mais importantes Oque tudo para mim, e parece que para vocês também! O amor que temos uns pelos outros é a maior benção que alguém pode ter. Parabéns para vocês! Sejam imensamente felizes! Já o São, por terem todos os 12 filhotinhos com vocês e também POR ESTAREM FORA DESSE PAÍS QUE ME RECUSO A CHAMAR DE MEU,HOJE EM DIA. Isso aqui não vale mais nada!

  5. Que legal ver que mais pessoas fazem isso.Nos tambem trouxemos dois da Europa para o Brasil e nao foi facil pois nos mudamos para o Brasil e eles vieram com nos,apesar de ter pego tres voos eles resistiram bem e estao muito felizes aqui com mais dois novos amigos adotados.AMAMOS vira latas

  6. Fiquei mto feliz ao ler e ver a determin ação dessa familia c sus animais. Q tdos sejam mto felizes nesse maravilhoso país c seus bichinhos de estimação.

  7. O que comentar sobre esta familia fiquei emocionada só de ler este maravilhoso relato, e podem estar certos que em minhas orações sempre estará o pedido de muitas bençãos e toda felicidade do mundo para vcs, e para os filhotes de quatro patas ..

  8. Uma atitude realmente humana, no sentido verdadeiro de ser humano e praticar humanidade. Infelizmente atos como este, que deveriam se enquadrar na normalidade, passam a ser atos extraordinários. Louvável!!! Bjs

  9. Marina,parabens pela atitude,só pelo fato mencionado para sair do país,já percebia-se quem você é,caráter e paixão,são bons produtos para as pessoas de bom senso,seja feliz com sua nova estada,junto de toda a família.

  10. Parabéns a família. Que Deus proteja todos unidos neste grande amor. Felicidades mil no novo lar e País. Bjs para vocês e os peludos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui