tortura em decadência

Centésima cidade espanhola proíbe touradas

(da Redação)

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Na semana passada, Sant Joan, em Mallorca, se tornou a 16ª na ilha a rejeitar touradas – um sinal da crescente resistência espanhola contra este passatempo cruel e ultrapassado. A decisão compassiva veio após uma campanha pelo grupo local Mallorca Sin Sangre. As informações são da ONG PETA.

Enquanto certos políticos da Espanha ainda se apegam à idéia retrógrada de matar animais em nome do esporte, a resistência popular está transformando várias áreas do país em zonas livres de touradas. A região da Catalunha, bem como cidades como Tossa de Mar, Vilamacolum e La Vajol já proibiram a prática, elevando o número total de municípios que têm rejeitado as touradas para 100! Cidades estão encontrando novas maneiras inovadoras para comemorar festas tradicionais sem prejudicar os animais. Por exemplo, Mataelpino no centro de Espanha introduziu a Corrida de Bolas como uma alternativa humana de entretenimento.

Esfaquear animais aterrorizados até que entrem em colapso e sangrem até a morte é claramente cruel e injustificável, por qualquer motivo – especialmente para “entretenimento”. Como resultado, a maioria dos espanhóis reprovam este espetáculo bárbaro: uma pesquisa recente constatou que menos de um terço da população apoia as touradas, e o número de eventos desse tipo é fortemente decrescente.

Há também fortes argumentos econômicos contra as touradas, dado que um número estimado de 571 milhões de euros em subsídios são usados para sustentar essa indústria arcaica e impopular, enquanto milhões de jovens estão desempregados no país. Ajude a acabar com o apoio governamental às touradas, preenchendo o formulário do link (clique aqui).

 

1 COMENTÁRIO

  1. Fantasia de toureiro veste melhor o palhaço de circo sem animais porque esse traje fajuto, cafona e brega nem o touro gosta não e quem paga pra assistir sangue na areia de animal estrebuchando, não tem coisa melhor pra fazer além de gritar olé já que não dói na própria pele e não tem coração para ser transpassado.

  2. acho qe devem proibir mesmo pois matar animais por um motivo tao besta e mais besta sao as pessoas qe praticam esses esportes e se fossem ao contrario se as pessoas qe morressem ai o esporte seria proibido imediatamento entao vamos parar de matar esses animais eles nao nos fizeram nada e deviamos respeitar e adimirar sua especie e nao levarmos ela a extinçao

  3. A luta é árdua mas já começa a dar resultados. Até que enfim os espanhóis estão se conscientizando dessa barbaridade.
    Espero em Deus que logo todo o país proíba definitivamente essa crueldade.

  4. Fico perplexa com a monstruosidade, com a crueldade, com a maldade com que psicopatas, que se dizem cristãos, cobardemente torturam os animais, nossos companheiros do mesmo Planeta, num ritual primitivo, medieval, carregado de uma incompreensível falta de humanidade.

    Ainda bem que está a fazer-se luz!

    • Grande parte da Espanha ainda ostenta a mentalidade retrógrada de idade média com essa touradas horripilantes. O mundo já evoluiu, mas a Espanha persiste no atraso com essas bárbaras crueldades aos animais. O Governo Espanhol deveria conscientizar-se de que a Espanha é um dos países mais pobres da União Europeia. Nessa situação em vez de subsidiar as cruéis touradas deveria subsidiar mais indústrias para o País. Procurar gerar renda e emprego para os jovens ( muito alto o índice de desemprego na Espanha!) não deveria subsidiar touradas e sim empregos para os seus jovens. Deveria acabar de vez com essas indecentes e torpes touradas que hoje repugnam o mundo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui