caso tem final feliz

Cachorro abandonado que mobilizou internautas é adotado por casal do Rio

(Imagem: reprodução)
(Imagem: reprodução)

Um cachorro foi largado pelo tutor numa estrada deserta, no Alto da Boa Vista, na Zona Norte do Rio. As imagens foram gravadas pela câmera de segurança de uma casa. A dona do local as publicou na internet. O caso, que gerou muita revolta, acabou com um final feliz, com o cão sendo adotado, como mostrou o RJTV.

As imagens mostram um homem descendo com um cachorro de um carro e tentando amarrá-lo a uma grade. Como outros carros apareceram, o rapaz disfarçou e esperou um momento. Quando tudo estava mais tranquilo, ele amarrou a coleira à grade. Uma mulher também saiu do automóvel e deixou alguns potes de água e comida ao lado do animal. Depois, sem a menor cerimônia, abandonaram o cachorro no local. As imagens, gravadas na semana passada, foram publicadas em uma rede social e tiveram mais de quatro milhões de acessos.

Mariana, responsável pela gravação do vídeo, se emociona com o caso. “Não sei como alguém tem a insensibilidade de abandonar um cachorro da forma como eles abandonaram. Eles foram frios. Largaram ele lá e saíram sorrindo”, afirma a jovem.

Horas após o abandono, o comerciante Bernardo de Andrade, que voltava do trabalho, passou pelo local e se apaixonou pelo cão. “Eu demorei cerca de uma hora para chegar perto, porque eu tinha medo dele me morder. Mas depois que eu consegui ele deitou no chão e eu resolvi levá-lo para casa”.

Bernardo, que é noivo de Raquel, conta que ter um animal neste momento estava fora de seus planos. Ela está grávida de três meses, mas a família aumentou antes mesmo da chegada do bebê. Agora a família é formada por Bernardo, Raquel e o Capenga.

Antes o nome dele era João, mas como ele sempre chegava perto da gente meio receoso, com medo de alguma coisa, ele andava um pouco torto. Aí o Bernardo o chamou de Capenga em uma brincadeira e ficou um apelido carinhoso que pegou”.

A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente está apurando o crime de maus-tratos e, de acordo com a Polícia Civil, as investigações estão em andamento.

Fonte: G1

1 COMENTÁRIO

  1. Ótima notícia, final feliz para todos – mas não entendi porque a pessoa que filmou essa barbaridade toda não tomou alguma atitude. Afinal, filmar e divulgar foi importante, mas e depois? Saiu de lá indignada e pronto? De qualquer forma, tomara que as imagens ajudem a reconhecer esses criminosos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui