"carga viva"

Camelo vítima de exportação de animais vivos é filmado sofrendo abusos na Austrália

(da Redação)

Foto: Animals Australia

Uma empresa australiana especializada em exportação de “carga viva”, já sob investigação por abusos chocantes a animais, foi filmada agredindo um camelo que não conseguia subir uma rampa íngreme para entrar em um navio de transporte. O animal seria “exportado”, prática comum na Austrália, na qual os animais sofrem terrivelmente. O assunto já foi tema de diversas matérias publicadas pela ANDA.

A Animals Australia, um grupo que conduziu diversas investigações sigilosas expondo as atrocidades da exportação de animais vivos, divulgou as imagens de um funcionário ligado à companhia Livestock Shipping Services usando um bastão elétrico no camelo que se encontrava em apuros. As informações são do Their Turn.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Segundo a reportagem, em um tempo em que a oposição à prática de exportação de animais chegou ao auge devido ao extremo abuso exposto pelas investigações secretas, o governo australiano deveria eliminar essa atividade comercial. Ao invés disso, o mesmo trabalha para expandir as exportações, e está finalizando um acordo para enviar um milhão de animais via marítima por ano para a China.

Ovelhas australianas exportadas para serem sacrificadas no Kuwait. Foto: Animals Australia

Os ativistas da Austrália enfrentam enormes desafios em sua campanha pelo fim das exportações de animais. A grande maioria dos partidos políticos apóia o comércio; a principal rede de TV raramente leva ao ar esse assunto, e a poderosa indústria usa argumentos que causam efeito junto ao público – que os fazendeiros “amam os seus animais”; que os abusos expostos são raros; e que empregos serão eliminados se as exportações de animais vivos forem suspensas.

Vaca australiana sofrendo maus-tratos em Gaza. Foto: Animals Australia

Enquanto ocorrerem estes tipos de explorações, as pessoas que atuam em defesa dos animais irão ecoar as palavras do ativista australiano Simon Whitehouse: “Não há justificativa para o abuso a animais. Não importa quanto dinheiro esteja envolvido, os animais nunca deveriam estar sujeitos à crueldade que é inerente e sistêmica ao comércio de exportação de animais da Austrália”.

Conforme o número de animais exportados aumenta, assim também cresce o número de ativistas. No dia 30 de novembro deste ano, 700 pessoas protestaram contra o tema em Perth, na Austrália.

A reportagem sugere, àqueles que desejem protestar, que enviem uma mensagem à embaixada australiana em seu país.

Para saber mais, visite o site da Ban Live Export para mais informações sobre o macabro mercado de exportação de animais vivos da Austrália e descubra outros meios de ajudar.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui