Lacoste anuncia que não utiliza mais pele de coelho angorá


(da Redação)

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A grife francesa Lacoste é a mais recente empresa a confirmar à ONG PETA que está removendo todos os produtos de pele angorá de suas prateleiras. “Como parte de sua política de responsabilidade social de empresas, podemos confirmar que a Lacoste não planeja utilizar pele angorá em suas próximas coleções”, diz a marca em comunicado.

Esta é uma grande notícia para os animais e os compradores compassivos. Investigação sem precedentes da PETA Asia mostra que os coelhos que têm a sua pele utilizada sofrem muito durante o processo retirada de seus pelos. Suas pernas dianteiras e traseiras são firmemente amarradas de modo que possam ser estendidas sobre uma placa – uma experiência aterrorizante para qualquer animal de rapina. Outros são suspensos no ar por suas patas dianteiras.

Os coelhos têm a pele muito fina, e as ferramentas de corte afiadas invariavelmente causam ferimentos enquanto eles lutam desesperadamente para escapar. O setor de produção angorá também condena estes animais inteligentes a passarem anos em isolamento em pequenas gaiolas de arame sujas que cortam suas patas sensíveis e os impede de ter um comportamento normal, exercícios e interação com outros coelhos.

Estas são práticas padrões desta bárbara indústria. Se um rótulo diz “angorá”, isso significa que os coelhos sofreram. Não há simplesmente nenhuma maneira de obter este produto com responsabilidade, é por isso que tantas empresas têm mudado para tecidos sem animais, que estão prontamente disponíveis.

angora2


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSCIENTIZAÇÃO

SOLIDARIEDADE

NOVOS LARES

RIO CLARO (SP)

EXTINÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>