amanhã, às 18h

Aniversário do Urso Polar Arturo será marcado por protestos e boicote à Argentina

arturo

Arturo, o urso polar mais triste do mundo completa 29 anos de sofrimento em cativeiro. No vídeo mais recente feito pelos ativistas argentinos é possível ver que o animal não tem mais forças para caminhar até a piscina.

Depois de ignorar todos os apelos, e as petições, que somadas atingem quase 1 milhão de assinaturas o boicote é a única chance de pressionar as autoridades argentinas, para que melhorem as condições de vida do urso polar, obrigado a suportar o verão do deserto argentino que atinge 40 graus Celsius ou mais.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

O twittaço ou tormenta de twitters é usado para chamar a atenção da imprensa internacional para que mais pessoas se unam ao protesto/boicote, e está marcado para o dia 27 de novembro de 2014, às 18h no Brasil (21:00 GMT). As hastags #FreeArturo #BoycottArgentina #Storm4Arturo, devem ser enviadas às celebridades e à imprensa, e em especial às contas da @ciudaddemendoza, @minturmendoza, @PacoPerezMza.

Arturo nasceu em 28 de novembro de 1985, no zoológico de Búfalo no Colorado/EUA. Ainda filhote foi retirado dos braços de sua mãe e foi vendido para a Argentina.

Foi levado ao Zoo de Buenos Aires, e depois aos 8 anos de idade foi transferido para o Zoo de Mendoza, que fica na região mais árida e seca, conhecida como deserto cuyo onde se encontram as principais plantações de uva, utilizadas na fabricação dos vinhos argentinos.

Em fevereiro deste ano, as autoridades argentinas e seus ‘especialistas’, haviam determinado que Arturo, não tinha condições de viajar e portanto não seria transferido para morar no santuário de ursos polares do Canadá, mas haviam se prontificado a melhorar as condições de vida do animal. O quarto de Arturo, tem menos de 2 metros quadrados, no qual ele mal pode se virar. O único ar condicionado em funcionamento faz um barulho enlouquecedor.

Os problemas de saúde de Arturo se agravaram com a idade. O animal que sofre de dores nas articulações e de artrite, já estava na pauta dos ativistas argentinos há muitos anos que reivindicavam melhorias no recinto dos ursos polares do Zoológico de Mendoza. Em Novembro de 2011, Arturo e sua companheira Pelusa foram transferidos para um novo local que demorou apenas 6 meses para ser construído, e que na teoria deveria ser melhor, mas acabou por deteriorar a saúde de ambos os animais.

Quatro meses após a mudança para o novo recinto, Pelusa ficou doente e faleceu em Maio de 2012. As autoridades argentinas para não admitir seu erro na equivocada construção que em sua área útil é ainda menor e mais íngreme do que antiga, atribuíram que a morte da companheira é que fez com que Arturo ficasse depressivo.

Muitas páginas, perfis e comunidades foram criados em torno do nome Arturo, mas os reais ativistas na cidade de Mendoza, e as verdadeiras informações, são repassadas apenas pelos Ecológicos Unidos, que criaram a comunidade do Oso Polar Arturo em espanhol, ou em inglês pela comunidade de suporte.

Especialistas estimam em 30 anos a vida dos ursos polares em cativeiro. Arturo chega aos seus 29 anos de calvário, e a única modificação em seu recinto, depois de tantos apelos e petições, foi ter o concreto e a piscina pintada de branco para imitar a neve. Até as doações de gelo ao animal estão sendo boicotadas pelos administradores do Zoo. Quem quiser doar gelo, tem que primeiro enviar uma solicitação para a cidade de Buenos Aires onde fica a administração geral de zoológicos argentinos, e aguardar a resposta. Por este e por outros descasos e maus tratos aos animais no Zoológico de Mendoza, devemos boicotar os produtos argentinos para mandar nossa mensagem de desaprovação a eles e de nossa compaixão pelos animais que eles escravizam.

Fonte: Mural Animal

1 COMENTÁRIO

  1. Mas qual é o problema com essas autoridades e os que se dizem especialistas? Não estão vendo que o urso está morrendo aos poucos? Está parecendo que são psicopatas e mantêm essa situação porque sentem prazer em ver o animal sofrendo. Não consigo encontrar outra explicação para esse absurdo.

  2. Só tristeza e lamento por tamanho descaso, será que já não se aproveitaram o bastante do urso? Agora vão cobrar para que as pessoas vejam a sua morte lenta? Bando de safados aproveitadores. Seres humanos desprezíveis e gananciosos!

  3. Nesta “data querida nada a brindar, pobre Arturo, tudo o que tiraram de você não tem volta; a pequena luz teimosa que ainda bruxuleia em você, chamada Vida não consegue mais iluminar seus olhos desolados nem alentar com esperança sua alma incapaz de sentir dor ou alegria, ventura ou desdita porque seu espírito cansou de esperar pela liberdade para usufruir sentimentos que nasceram com você mas não moram mais onde seu corpo vive esperando encontra-los, um dia. Obra de desumanos é você, pobre Arturo, de criaturas com distúrbios mentais irreversíveis que conseguem viver em paz em seu “Doce Lar” enquanto você morre aos poucos sem o abrigo do seu próprio chão. Todo o gelo do mundo e toda a frieza da neve está nos corações deles, clinicamente perversos e irreversivelmente maus, que não merecem ser catalogados entre as espécies superiores chamadas Filhos de Deus e nem entre as “inferiores” também não.

  4. Que absurdo o urso tem uma piscina de agua suja imunda, super rasa onde ele nem pode nadar, um espaço ridículo que nada tem a ver com o hábitat dele, e ainda bate muito sol neste lugar, gente ele é um animal que vive no frio congelante, como podem ser tao mal, como o ser humano pode ser tao egoísta, e ninguém faz nada, onde estão as autoridades?? O mesmo vai acontecer aqui mo Brasil, esses animais não poderiam ser autorizados a vir pra países de clima totalmente diverso, eles traz o animal, com o tempo a atração para de ser novidade e os animais ficar velhos, eles não tem o dinheiro pra dar uma vida adequada ao animal e fica assim termina os dias sofrendo e morrendo como tortura 🙁 pena que tem gebtevqie paga pra ver isso 🙁 pois se ninguém freqüentasse esses lugares esses animais não seria usados dessa maneira, triste 🙁

  5. O problema nao sao as autoridades, o problema sao os ativistas que nao sabem negociar a vida do urso, nao tem argumentos, aceitam tudo e ainda acham certo, entao retomem as negociacoes, ANDA desistiu do caso Arturo? vamos continuem a divulgar e negociar, chame ativistas para negociar, nao ONGs sustentadas pelo governo, chamem ativistas independentes sem ligacoes politicas que só pensam no Arturo e o governo que se foda, essa é minha opiniao, a humanidade condenou Arturo porque nao soube negociar sua vida, aceitaram a resposta do inimigo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui