Sea World perde mais um patrocinador


(da Redação)

SeaWorld

A empresa Panama Jack, que comercializa protetores solares, acaba de cortar laços com o SeaWorld. A companhia, que tem suas raízes em Orlando, vendia produtos no SeaWorld desde a década de 1980, mas vai parar no dia 28 de fevereiro de 2015, segundo o site The Dodo. A marca afirma que a “decisão foi tomada por razões de negócios”, mas se recusou a falar o porquê.

O SeaWorld enfrenta um declínio constante desde o lançamento do filme “Blackfish”, em 2013, que revelou à crueldade a que seus animais são submetidos. Os lucros da empresa caíram 28%.

A Panama Jack não está sozinha em sua decisão de deixar de fazer negócios com o parque marinho. No início de novembro, a Hyundai tomou a mesma atitude, juntando-se à Virgin America, Southwest Airlines e STA Travel.

O SeaWorld ainda lista a marca em sua página de patrocinadores corporativos. Já a Panama Jack tirou o emblema do SeaWorld de seu site, mas continua a ser uma “orgulhosa patrocinadora” do Miami Seaquarium, que também tem sido criticado por manter uma orca em cativeiro durante décadas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE

RESILIÊNCIA

BRECHAS LEGAIS

DENÚNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>