Políticas públicas insuficientes

Número de cães abandonados nas ruas preocupa moradores de Guanhães (MG)

Animais foram registrados na Câmara de Vereadores – Foto: Jackson Sardinha/Reprodução
Animais foram registrados na Câmara de Vereadores – Foto: Jackson Sardinha/Reprodução

O número de cães abandonados nas ruas de Guanhães, no Vale do Rio Doce, tem se tornado motivo de preocupação para moradores da cidade. Sozinhos ou em bando, é possível encontrar os animais em vários pontos da cidade.

O internauta Jackson Sardinha registrou algumas fotos e enviou ao Portal Aconteceu no Vale. Segundo ele, a cidade não tem um canil municipal e a situação já está ficando fora de controle. “Como podem ver, um dos cães foi fotografado dormindo dentro da Câmara de Vereadores”, comentou o internauta.

Uma moradora da Avenida Milton Campos diz que a adoção pode ser uma solução para o problema. “Se as pessoas adotassem os SRD, poderíamos amenizar o problema. Tem gente que prefere pagar mais de R$ 500 reais em um filhote de raça, mas não querem cuidar de um cachorro que está abandonado na rua. Eu mesma adotei três filhotinhos que encontrei abandonados próximo ao terminal rodoviário.”, conta.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

“É necessário solucionar esse problema com urgência. No bairro Santa Tereza sempre aparece uns aparentemente doentes. É um perigo, principalmente para crianças, que acabam brincando com eles.”, relata outra moradora.

Animais são encontrados em vários pontos da cidade – Foto: Jackson Sardinha/Reprodução
Animais são encontrados em vários pontos da cidade – Foto: Jackson Sardinha/Reprodução

Solução?

O problema já foi denunciado na página de uma rádio da cidade. Em maio deste ano, após uma publicação da rádio Folha de Guanhães, o então secretário de Saúde, José Geraldo Ventura, informou que o município não tem uma política para recolhimento de animais. “Recolhemos os cães que estão doentes, eles recebem tratamento e voltam para as ruas, quando não tem tratamento é aplicada uma injeção letal.”, explicou o secretário.

O presidente da Associação de Resgate de Cães de Guanhães, Wander José da Silva, também informou em uma entrevista concedida a mesma rádio em maio, que estava aguardando a entrega do projeto do canil aprovado pela arquiteta da prefeitura e repasse de valores. “Vamos recolher os animais doentes, oferecer tratamento e encaminhá-los para adoção. Também terá castração com custo zero, já temos veterinários, todos vão trabalhar de forma voluntária”, detalhou o presidente.

No entanto, aparentemente a situação não foi resolvida. Como podemos ver claramente nas fotos registradas pelo internauta Jackson Sardinha e enviadas ao Portal Aconteceu no Vale na última quarta-feira, 15 de outubro, os cachorros continuam soltos nas ruas da cidade.

Fonte: Aconteceu no Vale

1 COMENTÁRIO

  1. AS PESSOAS TAMBÉM PODEM TOMAR ATITUDES FAZENDO O FAVOR DE “NÃO” ABANDONAR SEUS ANIMAIS. GENTE É MUITO TRISTE E CRUEL SABER QUE, DIARIAMENTE, DIVERSOS ANIMAIS SÃO EUTANASIADOS EM CCZ “MESMO NÃO ESTANDO DOENTES”. JÁ LI O DEPOIMENTO DE UM HOMEM QUE FAZIA ISSO POR SER SEU TRABALHO NO CCZ, E ELE NÃO SE ORGULHAVA DISSO, MUITO PELO CONTRÁRIO, VIVI A BASE DE REMÉDIOS PARA AGUENTAR O TRANCO DE TER QUE EXTERMINAR DIVERSOS ANIMAIS “POR FALTA DE ESPAÇO FÍSICO”!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui