veto à importação

Índia é primeiro país da Ásia a aprovar proibição total de cosméticos testados em animais

(da Redação)

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Há cinco meses atrás, a Índia proibiu testes de cosméticos em animais dentro de suas fronteiras nacionais. Agora, está estendendo essa proibição, ao decretar um veto à importação de qualquer produto testado em animais. O governo do país emitiu uma notificação para o Times of India revelando a proibição na segunda-feira. As informações são do The Dodo.

A proibição, que é a primeira desse tipo na Ásia, foi introduzida pelo Ministério da Saúde e Bem-Estar Familiar nesta semana e irá entrar em vigor no dia 13 de novembro. Leis similares já estão em vigor em Israel e na União Europeia, que também já proibiram a venda e comercialização de cosméticos testados em animais.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Testes de produtos cosméticos em animais têm sido alvo de protestos por parte de ativistas de direitos animais, que vêm ressaltando o quanto a prática é ultrapassada, desnecessária e cruel.

“Esta é uma mensagem para todo o mundo, de que a Índia não irá tolerar que coelhos sejam cegados para a produção de xampu, rímel e outros produtos ‘de beleza’ – e esta decisão passa a dar vantagem para as empresas que usam métodos de testes relevantes e de qualidade superior, sem usar animais”, disse o Conselheiro de Ciência Política da PETA na Índia, Dr. Chaitanya Koduri, em um comunicado. “Aplaudimos o Ministério da Saúde e Bem-Estar Familiar por cuidar dos interesses dos animais e por defender a ciência moderna”, acrescentou.

Outros países também têm avançado em matéria de abolir testes de cosméticos em animais nos últimos anos. Em junho, a China revogou uma lei que exigia o teste obrigatório em animais para todos os produtos cosméticos. Entre outros exemplos estão os Estados Unidos, Taiwan, Austrália, Brasil e Nova Zelândia, que recentemente introduziram projetos de lei para proibir testes de cosméticos em animais.

1 COMENTÁRIO

  1. São pequenas, mas fundamentais conquistas! Mas é preciso que todos tomem conhecimento! Grande parte do nosso povo, infelizmente está sob efeito dos paradigmas, e a leitura da quebra de um paradigma, tem como efeito, aos poucos, a criação de um outro… o processo de conscientização não é o melhor, pois é parcial, fracionado por um paradigma, mas é o que temos, e nesse caso, favorece os animais! Por exemplo, muitos vão entender que submeter à dor não está correto, mas ainda não o valor intrínseco da vida de cada ser e a igualdade de direitos! Mas no nosso contexto, a percepção de não causar dor, já é uma vitória importante!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui