ONG acusa Zoológico de Dublin de explorar filhote de zebra recém-nascida


(da Redação)

Foto: Patrick Bolger / AP
Foto: Patrick Bolger / AP

Segundo a ONG PETA (People for the Ethical Treatment of Animals), o Dublin Zoo (Irlanda) está explorando o novo filhote de zebra nascido no local para ganhar dinheiro. Em nota recente, a organização também clamou ao público para que evite visitar o zoológico, que é uma das maiores atrações turísticas do país. O grupo afirma que o Zoológico de Dublin e outros “não servem a nenhum propósito genuíno de preservação” e não deveriam estar envolvidos no “encarceramento” de animais. As informações são do Irish Mirror.

Na semana passada o local anunciou o nascimento de um filhote de zebra – o primeiro a nascer lá em 23 anos. Trata-se de uma fêmea. Mas a PETA alerta para o fato de que o novo animal nasceu dentro de uma condição de cativeiro e nunca terá uma vida satisfatória.

O porta-voz Ben Williamson publicou a seguinte declaração a respeito:

“Fotos de uma zebra comum nascida no Dublin Zoo destacam o fato de que os zoológicos não servem a um propósito genuíno de preservação.

Mais de meio milhão de zebras vivem atualmente em mais de uma dúzia de países africanos, mas este bebê particularmente sem sorte nunca conhecerá nada além da vida em cativeiro. Ela nunca verá o seu habitat natural e, sem estruturas natural e social adequadas, nunca terá a oportunidade de aprender o comportamento comum ou básico de uma zebra.

O objetivo do Dublin Zoo em reproduzir filhotes de animais é aumentar as vendas de ingressos, e não deveria prosseguir tentando justificar esse contínuo encarceramento de animais para entretenimento público, fingindo estar fazendo algo útil quando, na verdade, não está”.

Foto: Patrick Bolger / AP
Foto: Patrick Bolger / AP

Porém, o Dublin zoo, que comemorou recentemente o seu 183° aniversário, ignorou as alegações e sustenta o argumento de que considera os interesses dos animais sempre em primeiro lugar.

Ben Williamson descreveu a filhote de zebra como uma “agradadora de público”, que não será desejada quando crescer.

“As pessoas que não querem apoiar o tratamento cruel aos animais deveriam evitar os zoológicos”.

Pesando 50kg, a pequena zebra nasceu no dia 2 de Setembro e é a primeira filha da zebra Wieseje – que estava grávida quando chegou ao Dublin Zoo.

De acordo com a reportagem, esse tem sido um verão movimentado no zoológico, que viu a chegada de muitos novos animais, incluindo dois filhotes de elefante e um de leão.

O Dublin Zoo foi o segundo destino turístico mais popular no ano passado, com mais de um milhão de pessoas passando por suas catracas.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MÉXICO

CRUELDADE

AMOR

EMPATIA

AMOR

CRUELDADE

CHINA

FINAL FELIZ

POLUIÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>