Lagoa da Pampulha já tem cerca de 20 jacarés; remoção não é descartada


Animal / Jacare nas proximidades do Museu de Arte da Pampulha

A população de jacarés na Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte, é maior do que a estimada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA). Um levantamento feito pelo consórcio de empresas que trabalha no desassoreamento da lagoa apontou que já são cerca de 20 répteis no local. A remoção deles não é descartada pela prefeitura.

De acordo com a Secretaria, há cerca de um mês o consórcio contabilizou um número elevado de animais. A informação foi repassada ao secretário de Meio Ambiente e vice-prefeito de Belo Horizonte, Délio Malheiros. Conforme o órgão, filhotes e adultos foram vistos em pontos próximos à Ilha dos Amores.

Agora, a Secretaria de Meio Ambiente vai monitorar os jacarés para fazer um levantamento mais detalhado, em conjunto com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que vai determinar as ações a serem tomadas.

Por meio de nota, a SMMA informou que os jacarés não trazem riscos à população, já que é proibida a entrada de pessoas nas águas da lagoa. No entanto, com o processo de limpeza em andamento, a expectativa é de que os esportes náuticos voltem a ser permitidos, o que pode determinar um plano de remanejo dos animais.

Fonte: em.com.br


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>