Projeto GAP participa do Congresso Mundial de Bioética e Direitos Animais


Foto: Selma Mandruca, Min. Herman Benjamin, Juiz Federal Anderson Furlan, Prof. Dra. Beatriz Eckert-Hoff (Pró-Reitora Acadêmica da UDF), Min. Paulo Moura e Dr. Valdir Pucci (Coordenador do Curso de Direito da UDF)
Foto: Selma Mandruca, Min. Herman Benjamin, Juiz Federal Anderson Furlan, Prof. Dra. Beatriz Eckert-Hoff (Pró-Reitora Acadêmica da UDF), Min. Paulo Moura e Dr. Valdir Pucci (Coordenador do Curso de Direito da UDF)

Entre os dias 28 e 30 de agosto, o Projeto GAP participou do 4º Congresso Mundial de Bioética e Direito dos Animais realizado no Centro Universitário do Distrito Federal (UDF). Esta edição, mais que as anteriores, mostrou como o tema tem ganhado relevância no meio jurídico. Além da discussão de diversos temas importantes como Lei Arouca, Habeas corpus em favor dos grandes primatas, entre outros, o evento contou com a participação de Ministros do STJ, juízes e membros do Ministério Público e Defensoria Publica.

Chamou a atenção a palestra de abertura proferida pelo Ministro Herman Benjamin, onde ele ressaltou a necessidade de se repensar a posição dos animais, afirmando, ainda, ser possível o direito avançar sem soluções traumáticas, para fazer ajustes na atitude binária do ordenamento jurídico brasileiro (sujeito x coisa) através de arranjos no direito processual.

Fonte: Projeto GAP


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VEGANISMO

PRESSÃO PÚBLICA

RESILIÊNCIA

RECOMEÇO

FINAL FELIZ

RECIFE (PE)

RECOMEÇO

CONSCIÊNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>