População não concorda com instalação de casinhas nas ruas para cães abandonados


Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um dos temas que gerou polêmica na cidade de Bagé, recentemente, foi sobre o projeto “Bagé: a cidade das casinhas amarelas”, que propõe instalar nos canteiros de ruas casinhas para abrigar cães que serão amparados pela vizinhança. Com a medida inicial de retirar as casinhas, a Secretaria Municipal de Planejamento acabou voltando atrás e, após reunião com as idealizadoras do projeto, o governo municipal pretende estudar a viabilidade do projeto antes dele ser implantado no município. O jornal FOLHA do SUL, por sua vez, procurou saber sobre a aprovação do projeto pela população através de seu portal online. O resultado é decepcionante:

A resposta “Não. Por mais que o projeto tenha nascido de uma boa intenção (oferecer bem-estar aos animais) na prática a ideia resultará na alta proliferação de cães pelas ruas principais da cidade, continuando a ser uma grande reclamação de condutores de veículos e pedestres” recebeu mais votos, atingindo 70.1% da preferência.

Já a opção “Sim. O projeto é uma ação social e tem o objetivo de oferecer bem-estar aos cães abandonados, favorecendo para que a população possa ajudar no cuidado e no trato dos animais que já se encontram em estado de abandono” obteve apenas 29.9% dos votos.

Fonte: Jornal Folha do Sul


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

EDUCAÇÃO

ARTIGO

DESACATO

GENTILEZA

DOR E SOFRIMENTO

COMPORTAMENTO

BENEFÍCIOS

CRUELDADE

SENCIÊNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>