Novos casos de maus-tratos de animais são registrados em Toledo (PR)


Encontrado em estado de abandono o animal estava muito doente
Encontrado em estado de abandono o animal estava muito doente

Na última semana, a Coordenação de Defesa e Proteção aos Animais, Associação Focinhos Carentes de Toledo (Afocato) e a Polícia Civil atenderam mais duas graves ocorrências de maus-tratos de animais. Nas duas situações, os cachorros estavam abandonados e com muitos ferimentos.

“Recebemos uma denúncia de que dois cachorros estavam abandonados em uma empresa, em Toledo. Acionamos a Afocato e a Polícia Civil para irmos verificar a situação”, relatou a coordenadora da Defesa de Proteção Animal Maria Lucia Gollmann. “Quando chegamos ao local fiquei chocada com o estado de uma fêmea. Ela estava muito debilitada”.

Segundo Maria Lucia, os animais estavam fechados na empresa, sem um local adequado para abrigá-los e adoecidos. “Os animais foram recolhidos e encaminhados a uma clínica veterinária para receberem os tratamentos necessários”, comentou a coordenadora ao avaliar como inadmissível o comportamento das pessoas que maltratam os animais.

Intimação

A investigadora da PC e integrante do Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais Rosangela Zanetti explicou que assim que a PC recebe a denúncia, desloca-se até o local para averiguar os fatos. A ocorrência é repassada ao Ministério Público e o promotor determina o recolhimento do animal. O tutor é intimado e após ser ouvido pelo escrivão é emitido o Termo que é encaminhado ao Fórum.

“No caso dos cachorros abandonados na empresa, os tutores já foram identificados e intimados. Depois de serem ouvidos daremos sequência aos procedimentos cabíveis”, relatou Rosangela. “Já a outra ocorrência grave atendida nesta semana foi em uma residência na Vila Paulista. A cachorra estava em um local que não oferecia condições apropriadas para acolher o animal, além disso, ela estava doente”.

Denúncias

No ano passado, foram registrados 15 boletins de ocorrência. No primeiro semestre de 2014, oito situações foram atendidas pelos policiais. Rosângela também destacou a importância das denúncias. Ela salientou que nos últimos dias o número de casos de maus-tratos e abandono aumentou, isso graças à participação das pessoas que não aceitam este tipo de crime.

Fonte: Jornal do Oeste


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE

CRUELDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>