Reserva natural aumenta número de pássaros mergansos no nordeste da China


O número de mergansos chineses, pássaro sob a proteção estatal de primeira classe por correr risco de extinção, aumentou para mais de 70 em uma reserva natural no nordeste da China, quase seis vezes mais que em 1997.

Nos últimos 17 anos, a reserva diminuiu a interferência humana no ambiente natural para o menor nível, o que desempenha um papel-chave para salvar a espécie, indicou Chen Gang, diretor da Administração da Reserva Natural para Merganso Chinês Bishui na cidade de Yichuan, na Província de Heilongjiang.

Os mergansos chineses, os “pandas gigantes” dos pássaros, remontam a mais de 27 milhões de anos. Existem cerca de mil no mundo inteiro, com o extremo oriente da Rússia e o nordeste da China como suas principais bases de reprodução.

Depois da fundação da reserva provincial, em 1997, foram proibidas derrubadas de árvores sem controle e pescaria, disse Chan. Pescaria excessiva e destruição de florestas e pantanais quase resultaram na extinção da espécie na área.

Durante a época de acasalamento dos mergansos, os trabalhadores da reserva ofereceram alimentos e protegem os ninhos, explicou.

No final da primavera e no início do verão neste ano, cinco casais de mergansos chineses tiveram dezenas de filhotes nos pantanais da reserva, afirmou.

A espécie precisa de um ambiente muito diferenciado, com florestas de árvores velhas para ninhos e riachos limpos e cheios de criaturas aquáticas por alimentos.

Chen espera que mais dinheiro chegue à reserva, sob pressão financeira, para pesquisa científica e melhor proteção da espécie.

Uma candidatura para virar uma reserva de nível estatal foi entregue à Administração Nacional dos Recursos Florestais no ano passado.

Fonte: CRJ Online


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AÇÃO SOCIAL

PRECAUÇÃO

ÍNDIA

ESTUDO

ÓRFÃO

ARTIGO

DESACATO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>