Tutores de cães e gatos podem castrar animais de graça em Mallet (PR)


Foto: Divulgação/Prefeitura de Mallet
Foto: Divulgação/Prefeitura de Mallet

Moradores de Mallet, na região dos Campos Gerais do Paraná, podem castrar de graça seus cães e gatos. O programa de controle de população canina e felina se estende, exclusivamente, às famílias em situação de vulnerabilidade social e que são beneficiárias de programas sociais, como o Bolsa Família.

Primeiro, a Vigilância Sanitária e os agentes municipais de saúde identificam as famílias que podem participar do programa e, depois de ser feito um cadastro, é realizada uma visita à casa do tutor para uma consulta prévia. Os animais que podem ser castrados são levados em um veículo próprio para União da Vitória, na região sul do estado, onde é feita a cirurgia. Após dois dias da realização do procedimento, o cão ou gato é devolvido ao tutor, que não tem gasto algum. O programa também distribui, gratuitamente, injeções para o controle de natalidade e orienta a população com relação às zoonoses.

De acordo com a Vigilância Sanitária, o número estimado de cachorros no município chega a 6 mil. Já a população de gatos em Mallet é de aproximadamente 4 mil animais. A meta é castrar 10 fêmeas e 10 machos por mês.

Serviço

Os interessados devem conversar com os agentes municipais de saúde ou procurar a Vigilância Sanitária do município. Outras informações sobre a castração gratuita de cães e gatos podem ser obtidas pelo telefone (42) 3542-2467.

Fonte: G1

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PRESERVAÇÃO

DESESPERO

CONSOLO

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>