Macaco-prego preocupa comunidade da praia dos Ingleses, em Florianópolis (SC)


Foto: Helio Matos/Eu Sou o Repórter
Foto: Helio Matos/Eu Sou o Repórter

Um morador da praia dos Ingleses conta que um macaco-prego é motivo de preocupação no local . De acordo com Helio Matos, o animal fez como morada um pé de coqueiro e aparenta estar assustado. A Polícia Ambiental solicita a comunidade que não alimente o macaco, para que ele retorne ao seu habitat.

Conforme relato de Matos, a Polícia Ambiental já foi comunicada e visitou o local. “Eles não o levaram e não sabemos o que fazer com ele, visto que o mesmo tem temperamento agressivo”, declarou.

De acordo com a Polícia Ambiental, o animal é nativo da região e deve estar no ambiente residencial porque algumas pessoas estão o alimentando, fato que não é aconselhável, pois desta forma ele não retornará ao seu ambiente natural, que deve ser na mata.

A polícia já solicitou ao parque Beto Carrero um equipamento especializado para tentar fazer a captura do macaco, para então, poder encaminhá-lo a um local mais propício para sua vivência.

Os policiais reforçam que a população não deve tentar capturá-lo e devem evitar contato, já que se trata de um animal selvagem.

Fonte: Ric Mais

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>