Cachorra é abandonada com a palavra “grátis” escrita em seu próprio corpo


Cachorra é abandonada com a palavra “grátis” escrita em seu corpo. (Foto: Reprodução / Dogster)
Cachorra é abandonada com a palavra “grátis” escrita em seu corpo. (Foto: Reprodução / Dogster)

Nos Estados Unidos, muitas pessoas têm o hábito de colocar móveis e objetos que não querem mais na rua com um recado: “grátis”. E um triste caso de crueldade aconteceu na Califórnia: alguém abandonou uma cachorra com a palavra “grátis” escrita nos dois lados de seu corpo e “preciso de um lar” na cabeça.

Uma total falta de respeito pela vida da cadela, como se fosse apenas mais um objeto que pode ser descartada de qualquer maneira.

Por sorte, Shannon Bettencourt encontrou a cachorra perto de uma árvore em frente a um restaurante de comida chinesa. Ela ficou comovida com a situação da cadela, que estava assustada e chorando.

Porém, ao invés de chamar a polícia, Shannon teve outra ideia:

 “A primeira coisa que pensei foi em chamar a polícia, mas então eu pensei ‘não, eles vão chamar o controle de animais’. Eu não sabia o que poderia acontecer depois disso. Eu pensei ‘de jeito nenhum’, vou ficar com ela pelo menos essa noite”.

Uma noite se tornaram duas e Shannon se deu tão bem com a cachorra que decidiu ficar com ela para sempre.

Shannon Bettencourt e a cachorra Libby se deram muito bem. (Foto: Reprodução / Dogster)
Shannon Bettencourt e a cachorra Libby se deram muito bem. (Foto: Reprodução / Dogster)

Shannon deu o nome de Libby para a cachorra, uma abreviação de Liberty (em português “Liberdade”). Porque a cadela foi encontrada um dia antes da celebração de independência dos Estados Unidos.

Libby é saudável e bem treinada. Shannon não consegue entender porque ela foi abandonada, porém fica agradecida por te-la encontrado:

“Alguém a tratou como um lixo, mas ela acabou se tornando o meu tesouro”.

Fonte: Portal do Dog


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

ARTIGO

DESACATO

GENTILEZA

DOR E SOFRIMENTO

EDUCAÇÃO

BENEFÍCIOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>