Cão se assusta com fogos e some de casa de praia em Barra do Jacuípe (BA)


Foto: Lais Costa / Arquivo Pessoal
Foto: Lais Costa / Arquivo Pessoal

Um cão da raça poodle desapareceu em Barra de Jacuípe, vila de praia na cidade de Camaçari, Litoral Norte da Bahia, após se assustar com barulho de fogos de artifício. A família busca o animal há dois dias, desde o domingo (22).

De acordo com Laís Costa, neta da tutora do animal, Nino, como era chamado, vive com a família há sete anos e faz companhia à avó, que sofre de doença grave.

A família já fez buscas na região vizinha na tentativa de encontrar o animal e agora parte para campanha em redes sociais. “Essa foi a primeira vez da gente no local. Ele se assustou com os fogos e fugiu. Como nós nunca viemos aqui, ele deve ter se perdido e não sabe como voltar. Estamos desesperados porque é um membro da família. Minha avó está inconsolável. Uma coisa é você saber que o seu animal morreu e enterrá-lo, outra é você saber que ele se perdeu e está por aí sem saber como voltar”, desabafou.

Cuidados

A ONG União Protetora dos Animais dá algumas dicas para os donos garantirem o bem-estar e a segurança dos animais nessa época de São João e Copa do Mundo, quando é comum o uso de fogos pela população. Confira logo abaixo:

– Acomodar os animais em ambientes em que já estejam acostumados, para que se sintam em segurança;

– Fechar portas e janelas;

– Alimentá-los com dieta leve para evitar distúrbios digestivos;

– Verificar se os abrigos dos animais estão bem fechados;

– Evitar muitos animais em um mesmo abrigo, especialmente cães, para que não haja brigas;

– Acostumar aos poucos os animais ao barulho, levando-os para perto da TV ou do rádio e ir aumentando o som devagar. Assim, ele não será surpreendido com o barulho dos fogos;

– Evitar deixá-los amarrados para não provocar enforcamento;

– Em casos extremos, alguns veterinários indicam o uso de tampões de algodão nos ouvidos.

– Nnca medicar o animal sem orientação do veterinário.

Fonte: G1

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

ARTIGO

DESACATO

GENTILEZA

DOR E SOFRIMENTO

EDUCAÇÃO

BENEFÍCIOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>