Após acidentes e mortes, animais continuam soltos em ruas e rodovias de Itapetinga (BA)


animais soltos

Os acidentes por causa de animais de grande porte em ruas e rodovias não param de acontecer em Itapetinga e região. Na madrugada desta segunda-feira (9), há poucos quilômetros da cidade de Itambé, um carro de passeio, que saiu de Itapetinga em direção a Vitória da Conquista bateu em um boi, que estava no meio da pista. O animal ficou ferido, mas os cinco ocupantes do carro saíram ilesos, apenas danos materiais no veículo.

Recentemente, próximo a cidade de Itororó, um carro de passeio praticamente partiu ao meio um cavalo que estava na rodovia. O animal, óbvio, morreu na hora, mas os ocupantes não se feriram. Porém, nem sempre os acidentes com animais na pista terminam assim. Em Itapetinga, por exemplo, várias pessoas já perderam a vida por causa de acidentes desta natureza.

O problema é antigo e nunca foi resolvido por completo. Como não há punição e o poder público faz de conta que está tudo bem, os animais de grande porte continuam pastando em locais impróprios, pondo em risco a vida de condutores. O fato da cidade ser considerada a Capital Baiana da Pecuária não justifica a presença de animais soltos em meio a veículos.

Na tarde desta segunda-feira (9), o Itapetinga Repórter flagrou animais de grande porte pastando no Bairro Quintas do Sul, ás margens da rodovia que liga Itapetinga a Macarani, logo após o trevo. Em alguns casos, motoristas eram obrigados a parar o veículo para impedir uma colisão.

Fonte: Itapetininga Repórter


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

DEBILITADO

DECISÃO JUDICIAL

INSPIRAÇÃO

DENÚNCIA

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

RETROCESSO

RESPONSABILIDADE

SOLIDARIEDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>