Araquari (SC) cria medidas para promover proteção animal


Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Uma nova lei foi criada em Araquari e sancionada pelo prefeito João Pedro Woitexem, no dia 15 de maio. A lei vem em benefício dos animais abandonados e dispõem sobre o controle da reprodução de cães e gatos no município. “Nosso objetivo é fornecer proteção e conscientização da população sobre um problema que hoje nos pertence, o abandono e maus-tratos dos animais”, comenta o prefeito.

Segundo ele, o objetivo é reduzir o número de animais nas ruas e também incentivar a população à adoção. A Prefeitura ainda não tem registros desses números e nem sabe se eles são altos, mas o objetivo é cuidar dos animais que já estão por aí.

A lei de número 2917/2014 contém 12 artigos em defesa dos animais. Um deles coloca ao Poder Executivo o incentivo e a viabilização de desenvolvimento de programas que visem o controle reprodutivo de cães e gatos e a promoção de medidas protetivas por meio da identificação, registro, esterilização cirúrgica, adoção e campanhas educacionais.

Atualmente a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria da Educação firmou uma parceria com a ONG Projeto Esperança Animal em Araquari (PEAA), com o intuito de fornecer palestras nas escolas que tragam informações sobre preservação ambiental, cuidados e proteção dos animais. “Nós vamos dar início às palestras no dia 5 de junho quando comemoramos o Dia Mundial do Meio Ambiente e onde teremos uma programação na praça central”, comenta o secretário da Educação José Lino de Souza Filho.

Além das palestras, a lei vem também para orientar a população e manter parceria com a comunidade e com os voluntários. Os animais abandonados serão cadastrados pela Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema), vão passar pela esterilização, receber uma placa de metal com a identificação deste ato e ficarão expostos para a adoção. Quem desejar adotar um animal abandonado, deverá se dirigir até o setor de Tributação da prefeitura, preencher o cadastro e com isso, receberá também o desconto no IPTU. “Para isso, o tutor do animal se colocará a disposição para a fiscalização da prefeitura e se torna responsável por fornecer todos os cuidados que o animal necessita”, comenta o secretário.

Fonte: Prefeitura de Araquari


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PRESERVAÇÃO

VAQUINHA ON-LINE

FINAL FELIZ

LEALDADE

COMPROMISSO

ESPECIAL

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>