chacina no Rio Grande do Norte

Jumentos resgatados em avenidas podem virar alimento de presidiários

(da Redação)

Cerca de 600 jumentos recolhidos em estradas estão em fazenda de Apodi (Foto: Odacy Amorim)
Cerca de 600 jumentos recolhidos em estradas estão em fazenda de Apodi (Foto: Odacy Amorim)

Os jumentos resgatados nas estradas do Rio Grande do Norte, em vez de serem destinados a abrigos, poderão virar refeição para presidiários e merenda em instituições pré-escolares. A proposta que regulariza o assassinato dos animais para o consumo partiu do promotor Sílvio Ricardo Brito, da 2ª Promotoria da cidade de Apodi. As informações são do Portal G1.

O objetivo é encontrar destinação para os mais de 600 animais resgatados nas estradas federais. O projeto foi pautado em um almoço, ocorrido na última quinta-feira (13), no qual os convidados foram servidos com pratos de carne de jumento. Cerca de 300 pessoas, segundo o promotor, experimentaram a carne.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO
Promotor Sílvio Brito é o autor da proposta  (Foto: Cedida/Arquivo Pessoal)
Promotor Sílvio Brito é o autor da proposta
(Foto: Cedida/Arquivo Pessoal)

Em entrevista ao G1, Sílvio Ricardo explicou que a ideia surgiu após reuniões com professores da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa). “Chegamos à conclusão que uma das soluções para a questão dos animais apreendidos é estimular o consumo da carne de jumento. Os veterinários atestaram que o alimento é próprio para o consumo humano. Não é consumido por uma questão cultural. Queremos quebrar essa barreira”, conta.

O promotor afirma também que após a aprovação do consumo da carne nos presídios, há propostas para que ela seja servida em instituições pré-escolares e hospitais.

Os animais estão abrigados no momento em uma fazenda da Associação de Proteção de Animais de Apodi. Sílvio calcula que gastos com alimento, medicação e tratamento veterinário são cada vez mais elevados e que isso seria uma das principais motivações para a criação da proposta. A Polícia Rodoviária também mantém parcerias com as prefeituras de Natal, Mossoró e Currais Novos que recebem os animais apreendidos e os matam caso os tutores não se apresentem para recolhê-los em 60 dias.

Jumento foi apreendido em estrada do RN nesta quinta (13) (Foto: Fernanda Zauli/G1)
Jumento foi apreendido em estrada do RN nesta quinta (13) (Foto: Fernanda Zauli/G1)

Os protetores dos direitos animais de Apodi não se conformam com a cruel atitude do promotor. Para eles a desumanidade e insuficiência política são claras. O número de animais abandonados não será resolvido com o genocídio da espécie. No dia 30 de dezembro de 2013 a ANDA publicou uma matéria informando sobre o recolhimento dos animais e sua destinação a um abrigo da cidade. Os equinos estão sob a tutela de uma organização protetora e do governo, logo, deveriam ter sua saúde, alimentação, enfim sua vida, resguardadas.

Propor que os jumentos virem alimento por serem considerados um gasto público, ou porque o número de apreensões é cada vez maior, mostra um imenso retrocesso político que vai contra o movimento de proteção animal que alguns parlamentares lutam para obter reconhecimento.

Manifeste sua indignação à governadora do estado, Rosalba Ciarlini e ao prefeito de Apodi, Flaviano Monteiro:

Rosalba Ciarlini

Twitter

Ouvidoria

Flaviano Monteiro

Twitter

Facebook

Ouvidoria

1 COMENTÁRIO

  1. ISSO É DIABÓLICO A IRA DO HOMEM CONTRA A CRIAÇÃO. O HOMEM É A COROA DA CRIAÇÃO E RECEBEU DO CRIADOR A ORDEM DE DAR NOMES A CRIAÇÃO E DE CUIDAR DELES.OU SEJA O HOMEM É O MORDOMO DE DEUS. QUAL A FUNÇÃO DO MORDOMO? CUIDAR DOS BENS DO SEU PATRÃO. UM DIA PRESTAREMOS CONTA DO QUE FIZEMOS COM ESSE PLANETA?

  2. Povo cruel sem compaixão e respeito aos direitos animais.
    Será mesmo que o pessoal do Rio GrANDE DO NORTE VAI PERMITIR ESSA CHACINA, ESSA FALTA DE RESPEITO COM A FAUNA.ESSE PROMOTOR SILVIO BRITO É FRIO E SEM RESPEITO PELOS SERES SENCIENTES DA NATUREZA.SEM EVOLUÇÃO ESPIRITUAL,ESTUDOU TANTO PRA SER CRUEL.
    VERGONHA E TRISTEZA DESSA SITUAÇÃO ,E O PIOR É SABER QUE A JUSTIÇA , ESTÁ APOIANDO ESSA CARNIFICINA.
    ESSE PROMOTOR TEM QUE ENTENDER , QUE NÃO ESTAMOS MAIS NA IDADE DAS CAVERNAS, ESSES CRIMES COM OS SERES VIVOS DA NATUREZA , NÃO CABEM MAIS EM UMA SOCIEDADE QUE SE DIGA CIVILIZADA…
    A QUE PONTO CHEGA CERTOS SERES HUMANOS.

    RESPEITEM A FAUNA, DESENVOLVAM COMPAIXÃO E RESPEITO PELOS DIREITOS ANIMAIS…
    PEÇO JUSTIÇA, JUSTIÇA DIVINA….

  3. Falta de respeito com os animais… Gastam milhões em estádios de futebol e não podem ajudar esses pobres animais q só querem viver em paz!! A solução,não só pra esses animais,mas sim para todos é a castração! Esse promotor é só mais uma vergonha desse país!!

    • Atenção promotor do RN, na próxima reencarnação o senhor poderá vir como um jumento e aí?

      O renascimento ou a reencarnação após a morte, o espírito volta em outros corpos subindo ou descendo na escala dos seres vivos( homens ou animais) de acordo com sua própria conduta.
      O ciclo de morte ou renascimentos permanece até que o espírito liberte-se do carma.” Trancrito “

      • Não terminei de completar o pensamento …
        O budismo prega o renascimento ou a reencarnação após a morte, o espírito volta em outros corpos….
        Discordo do livro dos espíritos de Allan Kardec, na questão de reencarnação ….Acho que o espírito de um ser humano pode mesmo voltar a ser um animal não humano…
        Espero que a verdade sobre a reencarnação seja logo revelada e que a sabedoria divina, desperte a humanidade pra ter respeito e compaixão por todos os seres sencientes do planeta, não importa a espécie e sim vidas,,,,
        Que estão em evolução…..

  4. Vejo mensagens de pessoas que dizem que o pior da notícia seria dar a carne do jumento pros “vagabundos” presos. Ora, por que são capazes de compaixão com o jumento e tanto desprezo ou ódio pelo ser humano preso? Esta prática horrorosa inventada por este promotor psicopata se torna mais vergonhosa ainda pelo desreito com os presos, pois quer obriga los ao consumo de um alimento rejeirado em nosso meio cultural. Isto é uma violência e desrespeito aos direitos humanos.

  5. Só completando, quem se compadece do jumento e esquece do ser humano preso está adotando o mesmo pensamento NAZISTA desde promotor psicopata.

    • O jumento não roubou, não estuprou e não matou ninguém. Está com peninha do ser humano preso? Encontre ele numa rua escura e você vai ver se ele vai ter pena de você.

      • Paula, você e o promotor dão pleno sentido àquela frase: “quanto mais conheço as pessoas, mais dou valor a meu cachorro”.
        É bem provável que este promotor defenda a pena de morte e, se fosse possível, ele faria isso mesmo: mataria os presos para fazer ração e alimentar os jumentos.
        Com todo, respeito, mas quem defende punições desumanas para criminosos e tem “peninha” de animal deveria refletir um pouco.
        Um abraço!

  6. Sempre a solução “mais fácil”. Quanta crueldade e incompetência!
    O que mais me dá tristeza é as pessoas usarem os animais e descartá-los como objetos inúteis. Falta de conscientização, de respeito pela vida e muita ignorância desse povo.

  7. Que tristeza ver animais que tanto serviram ao sertanejo nordestino ser sentenciado a morte! O mais engraçado é que o não abate é cultural , mas se querem a farra do boi por ser cultural não é um paradoxo?Vá entender…

  8. Absurda, inaceitável, desumana essa proposta desse promotor! Será que não existe algo melhor a sugerir! Resgatar sim!!! para os abrigos, para um descanso uma vez que a maioria dos animais ou é abandonado , ou já trabalhou demais!!! Mais compaixão Sr. promotor!!!! Existem várias formas de se alimentar, POUPE OS ANIMAIS,!! eles já são vitimas de muita maldade pelo homem, e porque tem que morrer , justamente PARA ALIMENTAR , um bando de desocupados, que poderiam trabalhar , justamente na preservação dos animais, já que ociosos SÃO!!! PRESERVAR SIM!! ELES SÃO O SÍMBOLO DO SERTÃO!! NÃO PODEM SEREM EXTERMINADOS!!

  9. Não vou chamar esse juiz de jumento, porque estarei ofendendo os pobres animais que são tão dóceis, meigos e mais humanos que os humanos. Eles não tem culpa por estarem abandonados.

  10. Porque não dão injeção letal nos inúteis presidiários, transformam eles em ração como fazem com os restos de galinhas e de bois e alimentam os burros com eles? Resolveriam três problemas numa tacada só – superpopulação dos presídios, diminuiriam os gastos dos contribuintes trabalhadores honestos que pagam impostos para alimentar esta corja dos presídios, e diminuiriam os gastos com a alimentação dos burros.. Porque tem sempre que matar inocentes animais que foram na maioria das vezes, criados pelo homem para servir o homem? Sociedade de B*

    • Aurea, são comentários dessa monta que fazem os Protetores e Defensores da Causa Animal terem estigmas e conceitos totalmente errados perante à sociedade.
      Desde quando violência gerou paz ou ainda, desde quando agressão não gerou agressão?

      O que os presidiários tem com isso?
      Por gentileza, se for escrever algo dessa monta, repito, repense uma melhor condução às suas palavras e análise ao problema.

  11. Pois é, e em relação ao gasto público com os salários dos políticos? Também é um absurdo e nem por isso alguém deu a idéia de servi-los no almoço de ninguém!!!!

    • Não, amigo, SOMOS VEGANOS, nosso cardápio é livre de crueldade o que significa dizer super saboroso, hiper colorido, mega nutritivo e não compactua com o sangue de inocentes cujas vidas são tão importantes quanta a nossa. Fique com Deus. Estamos com ELE.

      • Nesse caso, aceito as críticas (de vegetarianos). O resto, é hipocrisia…
        Só não entendo porque o leite e os ovos não são aceitos, mas é uma opinião e eu aceito. Saúde!

  12. Sr. Prefeito; Com poucas e educadas palavras vou lhe dizer porque sei que o sr. não permitirá esse absurdo contra os animais: Pela simples razão de que sua cara é de um ser humano de verdade. Alguém que respeita a vida alheia. Impeça que isso aconteça e ganhará o meu respeito e o de outras pessoas inteligentes dessa nação. Não nos decepcione, por favor.

  13. sempre questionei um animal pagar com avida para alimentar vagabundos. pros humanos os animais nao humanos velem menos q lixo. por mim esses presos deveriam definhar na cadeia ate se canibalizarem ao inves de torrar meu dinheiro

  14. Vão matar e servir presidiários em postas para os jumentos, que isso faria muitíssimo mais bem ao mundo.
    Vejam só até quanto vai a arrogância do ser humano, que coloca BANDIDOS acima de inocentes animais.
    Não tem jeito. A humanidade não presta para nada. É uma espécie desgraçada, cuja maldade não tem igual no sistema solar.
    Cada dia mais me revolto com os atos cruéis das PÚSTULAS humanas.

  15. No Brasil existem abatedouros de bovinos, suínos, aves, pescados e também de equídeos(estes exclusivamente para exportação de seus produtos).A nossa preocupação deve ser com o bem estar animal ´, com o abate humanitário e principalmente que seja obtido alimentos inócuos para o consumo com um bom controle técnico-higiênico e sanitário.

  16. È sempre assim; é mais fácil se livrar dos animais,sem dó nem piedade do que procurar sanar a situação. Não digo problema porque animais não são problemas. O animal vira um problema ,um estorvo,quando cai nas garras de pessoas de coração de pedra,pessoas ruins cruéis, pessoas sem “Deus porque quem tem temor á “Deus não pratica um ato dessa natureza . Não serão esses que certamente estão precisando de veterinários para mentes insanas? Certeza absoluta que os Jegues e os cavalos ,são melhores e superiores a essas pessoas terriveis.Os animais sempre sofrem por conta do ser que se diz humano ,mas na verdade pertencem ao exército de Satã.

  17. Alguém ser chamado de jumento pode ser considerado até uma ofensa…. mas foi um Promotor quem teve uma verdadeira “idéia de jerico”!!!! Absolutamente lamentável que um agente público, pago com dinheiro público e que deveria, em tese, defender os interesses daqueles que não podem se defender, tenha pensado em um desatino tão absurdo como esse. Onde está o Conselho Nacional do Ministério Público? Alguma atitude tem de ser tomada contra o “ilustre”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui