Como identificar AVC em um cachorro


No verão ou em um dia quente seu cão pode sofrer um derrame (AVC – Acidente Vascular Cerebral) se ele for exposto a temperaturas muito altas ou ficar desidratado. Apesar de todos os cachorros poderem ter um AVC, cães mais velhos, acima do peso ou de raças específicas podem ter uma propensão maior. Se você aprender a identificar os sinais e sintomas de um derrame, seu cachorro não só receberá os cuidados adequados como poderá ser salvo de futuros AVC’s.

1- Verifique se seu cão está muito ofegante. Uma vez que os cães resfriam seu corpo por meio da respiração, uma respiração muito ofegante pode ser um sinal de que o ar que o ar está seco ou quente demais.

2- Veja se as gengivas de seu cão estão com uma cor vermelha escura. Essa cor indica que há algum problema na circulação sanguínea do cão, o que normalmente é causado por problemas de respiração ou desidratação.

Coloque um dedo com cuidado na boca do cachorro e levante o lábio superior ou inferior para verificar a cor das gengivas.

Se as gengivas dele estiverem com uma cor vermelha normal, verifique a parte interna das pálpebras. Use o dedo para puxar com cuidado a pálpebra debaixo do olho e verificar se a pele interior que encosta no olho apresenta uma cor vermelha escura.

3- Sinta as gengivas para identificar desidratação. As gengivas do seu cão podem ficar secas ou um pouco viscosas se estiverem desidratadas.

Puxe com cuidado os lábios do cão e coloque um dedo nas gengivas para verificar a secura delas.

4- Sinta a consistência da saliva de seu cão. A saliva dele conterá muito muco e ficará viscosa quando ele estiver desidratado.

Coloque seus dedos dentro da boca do cão para sentir a saliva dele ou inspecione alguma baba que ele tenha deixado cair, verificando a consistência dela.

5- Verifique se o seu cão apresenta um comportamento apático. Se parecer que ele está muito cansado ou exausto a ponto de não se mover, ele pode estar sofrendo um derrame.

Chame seu cachorro para observar o comportamento dele. Se ele estiver fazendo muito esforço para se levantar, se recusando a levantar ou estiver inconsciente, provavelmente ele está sofrendo um AVC.

6- Procure por sinais de tontura ou desorientação. Se o cão estiver tendo um derrame ele andará cambaleando, seus passos não terão firmeza e ele baterá em móveis e outros objetos.

Teste o equilíbrio do seu cão chamando ele e observando a maneira como ele caminha até você.

7- Procure pela casa ou no jardim por vômito ou diarreia. O stress pelo qual o corpo de seu cão está passando pode fazer com que ele vomite incontrolavelmente ou perca o controle intestinal.

As fezes do seu cão também podem conter sangue se ele estiver tendo um derrame.

8- Verifique a temperatura do seu cão. Um cachorro saudável terá uma temperatura entre 38 e 39 graus Celsius. Se ele estiver tendo um AVC a temperatura dele estará, ao menos, a 40 graus Celsius.

Faça isso usando um termômetro retal pediátrico lubrificado.

Fonte: wikihow


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

FINAL FELIZ

CRUELDADE

CRISE ECONÔMICA

SINERGIA

MAUS-TRATOS

MAUS-TRATOS

PROTEÇÃO ANIMAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>