São paulo

Polícia acha 113 animais maltratados em fazenda de empresário em Pinhal

A Polícia Ambiental de Mogi Guaçu (SP) encontrou, na tarde desta segunda-feira (30), 113 animais em estado de abandono e maus-tratos na Fazenda São José MC, localizada na zona rural de Espírito Santo do Pinhal (SP). Segundo a polícia, são porcos, cabras e ovelhas que estavam sem alimentação adequada, em galpões sujos e muitos com ferimentos. O caso foi registrado no distrito policial de Espírito Santo do Pinhal.

Fazenda onde foram encontrados os animais, em Espírito Santo do Pinhal (Foto: Reprodução / EPTV)
Fazenda onde foram encontrados os animais, em
Espírito Santo do Pinhal (Foto: Reprodução / EPTV)

A polícia informou que uma veterinária esteve no local e constatou que os animais, de modo geral, estão magros e são alimentados somente no período da manhã, por um funcionário que não faz a limpeza nem os cuidados básicos de higiene. Além disso, a alimentação, à base de silo, seria inapropriada para as espécies. A Polícia informou, ainda, que alguns porcos estavam com as orelhas cortadas e ferimentos por todo o corpo.

Segundo a Polícia Civil, o responsável pelos animais será notificado e responderá na Justiça por maus-tratos. A princípio, os 113 animais irão continuar no local, já que não foi encontrada nenhuma propriedade na região com estrutura para recebê-los. O destino será definido após decisão judicial.

Responsabilidade

De acordo com a Polícia Ambiental, a própria dona da fazenda acionou a corporação, alegando que a responsabilidade pelo trato dos animais seria de seu ex-marido, o empresário Eloy Tuffi, presidente da rede de escolas de cursos profissionalizantes Microcamp.

Por nota, a assessoria da Microcamp confirmou que a responsabilidade pelos animais é de Tuffi e que ele tem prazo até junho de 2014 para fazer a retirada deles. Ainda de acordo com a nota, a atual proprietária teria proibido que os funcionários do empresário usassem qualquer maquinário ou veículo para deslocamento ou alimentação dos animais, além de não permitir que qualquer outra pessoa ligada a Tuffi tenha acesso à fazenda para cuidar dos animais.

A ex mulher do empresário não foi localizada para comentar sobre o assunto.

Com informações do G1.

4 COMENTÁRIOS

    • É, Cris, é por essas e outras que alguns protetores tomam medidas desesperadas para salvar os animais, até contra a lei.
      Pois a lei, é lenta demais, para agir, isso quando age.

  1. E ATÉ JUNHO COMO OS BIXOS VÃO FICAR? ENTÃO E NADA ADIANTOU A DENÚNCIA. TENHA PACIÊNCIA, QUER DIZER QUE ELES VÃO FICAR NA MESMA SITUAÇÃO.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui