Crime

Cachorros são alvos de sequestradores em Fortaleza

Os assaltos já se tornaram comuns no dia a dia de Fortaleza, porém o novo alvo é o que chama atenção da população: os cachorros, que agora são sequestrados em...

144

09/12/2013 às 08:00
Por Redação

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Os assaltos já se tornaram comuns no dia a dia de Fortaleza, porém o novo alvo é o que chama atenção da população: os cachorros, que agora são sequestrados em meio ao crime. Muitos casos tomam as redes sociais, e os tutores dos animais chegam a oferecer recompensas para quem achar o animal.

Um dos casos mais divulgados nas redes sociais, que chegou até a circular das mídias nacionais, foi do cachorro Thor, da raça Yorkshire. O animal foi sequestrados das mãos de sua tutora na esquina da Rua Ana Bilhar com a Rua Joaquim Nabuco, aproximadamente 5h30.

“Saí só com ele, tinha pouca gente na rua, porque era muito cedo. Quando estava próxima da esquina, veio uma moto, com duas pessoas, da minha direção e já foram direto para mim, um saltou e arrancou a guia do cachorro”, relata Soraya Gaspar funcionária pública e tutora do Thor. Ela narra também que quando se deu conta de que eles tinham levado o animal, começou a gritar de desespero e ainda tentou alcançar os assaltantes para recuperar o bicho. Em seguida, a funcionária pública foi à delegacia para registrar um Boletim de Ocorrência (B.O.). A delegada Socorro Portela, titular do 2º Distrito Policial (DP), no Meireles, diz que é de fundamental importância que as pessoas afetadas procurem a polícia. “A vítima ajuda demais a Polícia com informações que, às vezes, só elas têm conhecimento”, afirma. Apenas no 2º DP, foram registrados três B.Os. relacionados a este tipo de crime.

A Polícia faz o percurso da pessoa, pede as imagens do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) e de prédios próximos ao local. A titular do 2º DP relata que em relação ao sequestro do cachorro Thor, já foram recebidas algumas ligações anônima, mas que todas eram falsas e, no momento, estão tentando melhorar a placa do veículo para prosseguir a procura pelo animal. “Acredito que os ladrões queiram vender o cachorro, qualquer coisa que possua algum valor é bom para eles”, acrescenta.

A presidente da União Internacional Protetora dos Animais (Uipa) e advogada, Geuza Leitão, explica que o assaltante pode ser processado por dois delito diferentes. “O crime se encaixa na Lei de Código Ambiental 9.605, pois só pelo fato de retirar o animal do tutor já é considerado abuso e maltrato, e no crime de furto do Código Penal”, diz.

Ocorrências

Entre os casos registrados, um foi de um assalto ao veículo e por uma fatalidade o animal não pode ser retirado do carro, outro foi do cachorro Thor, e o terceiro já foi solucionado por meio de uma ligação anônima.

Tereza Porto mora no Meireles e é proprietária do Boni, um cachorro da raça poodle. Ela comenta sobre o medo de passear com o animal. “À noite, não estou mais andando com o Boni, porque fico com muito medo”.

Não apenas a população do bairro, mas de toda a Capital ficou apreensiva depois desses episódios. Por muitas vezes, esses animais são as únicas companhias das pessoas. Como é o caso do cachorro Theo, que segundo a divulgação, foi sequestrado dos braços de sua cuidadora às 6h, no bairro Jóquei Clube. Sua tutora é uma senhora de 80 anos que encontrava nele consolo e vontade de viver.

Fonte: Diário do Nordeste

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.