Organizações argentinas de defesa animal pedem proibição de pirotecnia


Por Simone Gil Mondavi (da Redação – Argentina)

Foto: Especismo
Foto: Especismo

Um grupo de organizações protetoras de animais irá apresentar um projeto para proibir o uso e venda da pirotecnia em Córdoba, na Argentina, para proteger os animais. As informações são do La Voz del Interior.

Os defensores explicaram que trabalham para juntar 25 mil assinaturas para que obriguem a Câmara a considerar o projeto, que foi uma iniciativa do legislador Roberto Birri. Ele se inspirou em uma ordenança aplicada anteriormente na cidade de Río Cuarto, na província. A normativa, apesar de ser aprovada naquela cidade, agora pretende que por iniciativa popular da sociedade civil, obrigue os legisladores a considerar a proibição em toda a região, inclusive na capital de Córdoba.

O projeto chamado de “Córdoba sin pirotecnia” (Córdoba sem pirotecnia), pretende eliminar o uso deste explosivo, pelo dano que causa a todos os seres vivos, explicou Valeria Díaz, presidenta da Associacao DAAS – Direito Animal A Ser.

Díaz comentou que há três anos que as organizações trabalham para conscientizar a população sob os riscos da pirotecnia nos animais, e aclarou que o projeto é parte desta campanha que difundiram. No recolhimento das assinaturas, diversas associações como as ONGs Registro de Animais Perdidos e Encontrados e a Salvar, formaram parte ativa deste processo que pretende expandir-se no resto da região.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COVARDIA

CRUELDADE

PROTEÇÃO ANIMAL

ALERTA

VITÓRIA

INVESTIGAÇÃO

FLÓRIDA

JAPÃO

AVANÇO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>