Defensores animais protestam contra jovens que queimaram cão


Por Simone Gil Mondavi (da Redação – Argentina)

Foto: Sipse
Foto: Sipse

Defensores animais manifestaram em frente ao Ministério Público para pedir justiça ante o caso de três jovens que atearam fogo a um cão na Região 77 de Cancun no México, na noite de terça-feira (17). As informações são do Sipse.

Eduardo Contreras Chilinsky, voluntario animalista de Cancun, disse que se os criminosos fossem liberados, eles solicitariam que pagassem a conta dos gastos pelos danos ao cão e realizassem trabalho comunitário. A conta do veterinário é de 6.500 pesos mexicanos (aproximadamente 2 mil reais), e como é a primeira denuncia formal realizada, as autoridades devem realizar algo, indicou María Balam Rivera, voluntaria da associação Terra de Animais.

María Teresa Montgomery Suárez, psicóloga clínica, comentou que os jovens precisam de tratamento psicológico imediato, e disse que ambos tem grandes chances de serem assassinos em série, violadores ou outros tipos de delinquentes potenciais.

O veterinário que atendeu ao cão maltratado, José Luis Nájar, diagnosticou que o cão apresenta queimaduras de primeiro, segundo e terceiro grau. Também afirmou que possivelmente o cão fique cego, já que as queimaduras causaram desprendimento das córneas.

O procurador da justiça do Estado de Cancún, Gaspar Armando García Torres, disse que o delito por maltrato animal está incluído dentro do código de procedimentos penais através de uma reforma recente.

“Os menores tem direito de sair com fiança, obviamente se solicitarem e garantirem que poderão cumprir esta modalidade, porque é um direito constitucional”, comentou o procurador. O prazo constitucional venceu esta sexta-feira (20).

O caso esta na “seção de justiça dos casos adolescentes”, onde realizaram os trâmites de acordo as declarações para garantir a reparação dos danos, segundo informou o procurador.

Foto: Sipse
Foto: Sipse
Foto: Sipse
Foto: Sipse
Foto: Sipse
Foto: Sipse
Foto: Sipse
Foto: Sipse
Foto: Sipse
Foto: Sipse

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>