Cães famintos de Duque de Caxias são resgatados e enviados a protetor


Por Vinicius Siqueira (da Redação)

Os cães estavam famintos e confinados à casa. (Foto: Facebook/Os cães brancos de Duque de Caxias)
Os cães estavam famintos e confinados à casa. (Foto: Facebook/Os cães brancos de Duque de Caxias)

Após a divulgação de um vídeo em que cães famintos chegam ao ponto de praticar canibalismo, a organização de protetores, ativistas e defensores animais Brigada Animal foi até a casa de um homem em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. Segundo a página “Os Cães Brancos de Duque de Caxias – RJ“, criada especialmente para o caso, o tutor não tinha condições financeiras para sustentá-los e os 25 cães estavam em situação lastimável.

No momento em que o vídeo foi gravado, o tutor não estava em sua casa e disse que esta é a primeira vez que isso aconteceu. Prontamente, a Brigada Animal levou os filhotes mais vulneráveis, seis de dois meses e cinco de cinco meses, para uma clínica veterinária e o restante foi alimentado devidamente.

Os filhotes foram resgatados e levados para o sítio de Wilson Martins, em Belford Roxo. (Foto: Facebook/Os cães brancos de Duque de Caxias)
Os filhotes foram resgatados e levados para o sítio de Wilson Martins, em Belford Roxo. (Foto: Facebook/Os cães brancos de Duque de Caxias)

Os cães estavam amedrontados e inseguros, já que nunca haviam saído da casa onde eram confinados. Todos têm pelagem curta, porte médio e são brancos. Após a primeira visita da Brigada, ainda 15 cães permaneceram no local, entretanto o restante foi enviado para o sítio do protetor Wilson Martins, em Belford Roxo.

Membros da Brigada e o tutor concordaram que este ficasse com os cinco animais mais velhos (que, juntamente com o restante, seriam castrados pela organização), porém os outros seriam resgatados e levados para outros protetores.

Segundo a página nas redes sociais, todos os cães serão castrados e estarão disponíveis para adoção após cuidados médicos. Os filhotes, principalmente, precisam de extrema atenção, já que estão com anemia e alguns com Erliquiose (doença do carrapato). A Brigada Animal, por este motivo, pede ajuda para conseguir os medicamentes necessários. A ativista Sejane de Azzi estará responsável pelo recolhimento e por maiores informações a respeito das formas de doação.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE

CRUELDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>