Organização denuncia crueldade com coelhos e lojas boicotam lã angorá


Coelho angorá (Foto: Vera Donato)
Coelho angorá (Foto: Vera Donato)

Um vídeo com cenas horríveis de crueldade com coelhos divulgado pela People for the Ethical Treatment of Animals (Peta) fez com que grandes lojas como Marks & Spencer, Next, Asos e H&M anunciassem que vão parar de comercializar produtos feitos com lã de coelho angorá. A estilista Stella McCartney também entrou no boicote, classificando o tratamento dado aos animais de desprezível e jurando nunca mais usar angorá em suas criações.

Chapéu feito com pele de coelho angorá (Foto: Vera Donato)
Chapéu feito com pele de coelho angorá (Foto: Vera Donato)

Um investigador da Peta esteve em fazendas de criação de coelhos na China e registrou o massacre dos animais. Cenas que vimos na ocasião do resgate dos Beagles em São Paulo este ano parecem cor de rosa comparadas à situação flagrada num país onde não há legislação alguma em relação ao tratamento de animais e muito menos multas ou penas por maus-tratos.

Os coelhos, animais sociáveis e altamente sensíveis, ficam em gaiolas de arame mínimas e imundas depois que têm sua pele brutalmente arrancada. O que acontece de três em três meses, durante dois a cinco anos de suas curtas vidas. Tudo para abastecer o mercado da moda e seus consumidores que adquirirem tais peças sem ter consciência de sua origem ou mesmo sem se importar com isso.

 

Fonte: Vera Donato


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA

PUNIÇÃO

MAUS-TRATOS

SEGUNDA CHANCE

CENSURA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>