Farmácias para animais são criadas na Espanha


Por Simone Gil Mondavi (da Redação – Argentina)

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

O fornecimento de medicamentos veterinários é uma realidade das farmácias da Espanha, embora normalmente a farmácia é associada com a dispensa só de medicamentos de uso humano, esquecendo totalmente a necessidade de outros animais. As informações são do Noticias de Almería.

Na província espanhola da Almería, a maioria das farmácias já tem um setor dedicado exclusivamente aos medicamentos animais.

Segundo as ultimas estatísticas deste país, 33% do mercado espanhol de medicamentos veterinários corresponde ao setor dos animais. Neste sentido, a presidenta da Associação Farmacêutica da Almería, Pepita Ortega, destaca o rol do farmacêutico como especialista do medicamento em todos seus âmbitos e afirma que “cada vez são mais as farmácias urbanas que tem em seu estoque este tipo de produto, tornando-se uma alternativa para os profissionais. Enquanto a demanda continua em crescimento, ainda existe um grande desconhecimento da população sob este serviço que a maioria das farmácias oferecem”.

Atualmente, segundo dados de profissionais, os veterinários não podem comercializar este tipo de medicamentos e só podem entregar aos tutores dos animais, medicamentos necessários para a continuidade do tratamento a partir da primeira atenção veterinária, e então o tutor, deve adquirir o resto do tratamento em um estabelecimento autorizado, como as farmácias. Como no caso dos humanos, é importante não automedicar os animais sem prévia consulta com o profissional adequado.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AÇÃO SOCIAL

PRECAUÇÃO

ÍNDIA

ESTUDO

ÓRFÃO

ARTIGO

DESACATO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>