Exaustão e desidratação

Cerca de 30 animais morrem durante as filmagens de “Hobbit: Uma Viagem Inesperada”

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A crueldade contra animais parece continuar a ser uma prática nas produções de Hollywood. A mais recente polêmica é que mais de duas dezenas de animais ficaram feridos ou morreram em 2011 durante as filmagens do “Hobbit: Uma Viagem Inesperada”. Recorde-se que o drama “Luck”, da HBO, foi cancelado após a morte de quatro cavalos.

O The Hollywood Reporter acusa a American Humane Association (AHA), responsável por indicar nos genéricos dos filmes que “nenhum animal ficou ferido durante as filmagens”, de não estar a investigar as denúncias que recebe.

Segundo a publicação, a AHA foi negligente ao averiguar as suspeitas de crueldade sobre animais na Nova Zelândia durante as filmagens do Hobbit em 2011. Segundo a revista, 27 animais morreram durante a produção, entre eles ovelhas e cabras, alegadamente por desidratação, exaustão e afogamento.

Um domesticador de animais contratado para as filmagens informou a AHA sobre as fatalidades em 2012, mas foi-lhe dito que na ausência de provas tornava-se difícil averiguar os fatos.

Quando o especialista informou que tinha sido o próprio a enterrar os animais e que sabia como os localizar, um representante da AHA alegou que uma vez que as mortes tinham ocorrido fora do set de filmagens não constitua crime.

*Esta notícia foi, originalmente, escrita em português europeu e foi mantida em seus padrões linguísticos e ortográficos, em respeito a nossos leitores.

Fonte: Diário Digital

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui