Casos de envenenamento de animais preocupam moradores


 

Domingas perdeu três animais de estimação por envenenamento (Foto: reprodução/TV Tem)
Domingas perdeu três animais domésticos por envenenamento
(Foto: reprodução/TV Tem)

Moradores da Cohab III, em São Manuel estão preocupados com a morte de animais. Cães, gatos e até pássaros estão sendo envenenados. Em uma única rua do bairro, mais de dez animais foram mortos. Três deles eram tutelados pela moradora Domingas Charlo. A empregada doméstica ainda está abalada com a perda de dois cachorros e de um gato.

Ela que adora animais e já adotou um novo cachorro para cuidar, diz que é muito triste perder os bichinhos por envenenamento. “Foi um choque para nós. Estragou o nosso fim de semana, foi horrível, porque eles são igual filho. Nós gastamos dinheiro com a gatinha, que tinha problemas de saúde, para perdê-la dessa forma”, conta.

E ela não foi a única a perder vários animais domésticos no bairro. Renan Fogaça foi a primeira vítima, ficou sem um cachorro e três gatos. Ele fez um boletim de ocorrência e ressalta que todos no bairro, estão indignados com tantas mortes. “A primeira coisa que a minha mãe fez foi chamar a vizinha, porque eu falei para ela que tinha morrido, daí procuramos outros vizinhos, nos reunimos na rua, pedimos câmeras na casa, para vê se filmou, mas infelizmente ninguém conseguiu saber”, afirma.

No total, já foram 15 animais, entre cachorros e gatos mortos só em uma rua no bairro. Alguns laudos já saíram e constataram que as mortes foram por envenenamento. Segundo o exame feito nos animais, o veneno, conhecido popularmente como “mão branca”, que é utilizado para matar ratos, foi colocado em pedaços de frango.

Quem encontrou a maioria dos bichos mortos foi a dona de casa Barbara Sodré Mascarenhas. “Foi muito chocante, fiquei impressionada porque nunca tinha visto isso, o meu cachorrinho morreu deste jeito, mas nunca vi tanto animais morrerem assim. Eu vi os dois cachorrinhos morrendo, a Pitu e o Lupi, estavam babando, agonizando. Na sequencia vimos outros gatos morrendo, é muito triste”, destaca.

Como o intervalo das mortes dos animais foi em poucos dias, a suspeita dos tutores dos bichos é de que uma mesma pessoa tenha cometido o crime contra os animais. A polícia investiga o caso.

Envenenar animais é considerado crime e, dependendo do caso, a pena prevista pode chegar até a 15 anos de prisão. Além do que, usar venenos de venda proibida é crime contra saúde pública. O número de animais mortos no bairro preocupa a polícia.

“É um caso que não é comum. E sendo assim, nós vamos ter a maior preocupação em investigar em saber quem estaria fazendo este tipo de coisa com os animais da cidade. Cada caso é um caso, a princípio é crueldade contra animais, uma contravenção penal, e que assim apurada a autoria esta pessoa vai ser identificada e encaminhada ao Fórum par as medidas cabíveis”, explica a delegada Ana Carolina de Brito Machado.

Mas, para quem tem com os bichos, uma relação de amor, fica o medo de acontecer novamente. “Esta todo mundo preocupado, jogando os cachorros no fundo, prendendo e está assim, de alerta”, finaliza Domingas.

Fonte: G1


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE

CRUELDADE

TECNOLOGIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>