Fundadora de refúgio de animais apela às autoridades em Maracaibo


Por Simone Gil Mondavi (da Redação – Argentina)

Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día

Há seis anos a veterinária Jackelin Montaño em Maracaibo na Venezuela, mantém com seus próprios meios, um abrigo para animais chamado “Fundação Centro de Controle, bem-estar e proteção animal” (Fundación Centro de Control, Protección y Rescate Bienestar Animal), improvisado em prédio que pertencia a “Fogade” (Fundo de Proteção social dos Depósitos Bancários do Ministério do Poder Popular de Finanças), localizado na primeira fase da Zona Industrial cidade de San Francisco. Existem 98 cães, incluindo filhotes e adultos, e cerca de 50 gatos, todos os animais castrados. As informações são de Noticia al Día.

A senhora faz o trabalho em devoção aos animais, principalmente cães e gatos, e pela preocupação de que ao longo do tempo a população aumente abruptamente, gerando um grande número de animais em situação de abandono.

Montaño disse que o dinheiro que vem para ao refugio, é para o pagamento dos trabalhadores que lidam com o lugar limpando e cuidado durante a noite, assim como para os alimentos e medicamentos. “Todos os meses gastamos 15 mil bolívares (aproximadamente 5.250 reais) em alimentos, enquanto 5.000 (1.750 reais) são para o pagamento dos trabalhadores”, disse a encarregada.

“A divisão dos medicamentos é feito entre o meu escritório e o refugio, assim e os custos diminuem ligeiramente”, explicou a senhora sob a provisão dos medicamentos para os animais.

Além disso, a veterinário disse que anteriormente o local “era um lugar de dependentes de drogas e ladrões, ninguém podia passar por aqui, porque era um alvo seguro para roubo, mas desde que o refugio funciona a situação parou”.

A veterinária fez um chamado para instituições públicas e privadas, tanto do estado como do país, para apoiar a sua causa e assim alcançar a construção de um hospital veterinário e dar uma melhor qualidade de vida aos animais. Montaño disse que seu maior desejo é construir um hospital veterinário para a região do Sul “que seria tratado pelas mesmas instituições para a proteção, não por mim”.

Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día

Ele também disse que uma área vital com que este lugar poderia contar, seria uma sala de esterilização e três unidades dispostas a realizar essa intervenção em comunidades. “A esterilização seria totalmente gratuita, porque o aumento da população de animais é quase incontrolável”.

A veterinária explicou que isso também faz parte da aculturação dos indivíduos. “As pessoas devem estar cientes que precisam esterilizar seus animais para evitar a superpopulação animal”.

“Nós também devemos ensinar as crianças e até adultos a amar os animais. Eles têm deixado os cães e gatos abandonados em caixas ou sacos cheios de carrapatos e vermes, é inaceitável e é uma injustiça do ponto de vista dos direitos animais”, disse ela.

Montaño, que tem 53 anos de idade, de nacionalidade colombiana e está há 51 anos morando em Maracaibo, percebeu que “definitivamente, o cão é o melhor amigo do homem e o amor que você pode dar a um animal não se pode obter em qualquer outro lugar”.

Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día

Foto: Noticias al Día
Foto: Noticias al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día
Foto: Noticia al Día

 

Foto: Noticias al Día
Foto: Noticias al Día

 

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE

CRUELDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>