Deputado Protógenes propõe investigação ao Instituto Royal


Foto: Reprodução/TV Record
Foto: Reprodução/TV Record

O deputado federal Protógenes Queiroz (PC do B) vai propor nesta segunda-feira (21) a criação de subcomissão para na Câmara dos Deputados para investigação do Instituto Royal. A empresa que fica no Estado de São Paulo usa cachorros da raça beagle em testes para a indústria farmacêutica, assim como ratos e coelhos. Na última sexta-feira (18), um grupo de ativistas invadiu o local e resgatou mais de 170 cães.

A cobrança do deputado Protógenes é por esclarecimentos dos responsáveis pela empresa e dos órgãos de fiscalização. O instituto é credenciado pelo Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (Concea).

Entenda o caso

Há quase uma semana o grupo de ativistas estava acampado na porta do instituto, alguns em greve de fome, para protestar contra os maus-tratos. Outros formalizaram uma denúncia ao Ministério Público de São Paulo.

A apresentadora de TV Luiza Mel postou no seu blog uma série de fotos sobre o caso. Ela afirma que o Instituto Royal seria uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (oscip), recebendo, portanto, dinheiro público. Ativistas garantem que o local está totalmente irregular.

Fonte: Diário de Pernambuco


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESMATAMENTO

BARBÁRIE

PRESSÃO INTERNACIONAL

INVOLUÇÃO

UNIÃO

PREVENÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>