”Vou dormir satisfeita”, diz atriz Nicole Puzzi após cachorros serem resgatados


A atriz Nicole Puzzi publicou foto com sua filha, Dominique Brand, após resgate dos animais. (Foto: Reprodução/Facebook)
A atriz Nicole Puzzi publicou foto com sua filha,
Dominique Brand, após resgate dos animais.
(Foto: Reprodução/Facebook)

A atriz Nicole Puzzi publicou mensagens em sua página no Facebook contando que participou do ato que levou vários animais do laboratório do instituto Royal, em São Roque, a 59 km de São Paulo, na madrugada desta sexta-feira (18).

“4 e 20 da madrugada cheguei em casa toda suja de cocô, pelos e barro mas LIBERTAMOS MAIS DE 300 COBAIAS BEAGLES DO INSTITUTO ROYAL!!!!! PARABÉNS A TODOS OS PROTETORES QUE BOTARAM A MÃO NA MASSA!!!” (sic), publicou a atriz. Ela conta que sua filha, a também atriz Dominique Brand, participou da ação.

 

Dominique também postou mensagens sobre o caso em sua página na rede social. “Hoje, com muito orgulho e custando o que custasse eu ajudei a salvar”, comenta. “Entrei, abri canil, salvei beagles q seriam assassinados de forma cruel e VI a ala onde restavam os cachorros dopados e mutilados ….. eu não tenho medo de enfrentar quem for ….. se o problema eh ser preso ???? com tudo q vivi seria apenas mais tópico em meu cv …. parabéns a todos q estavam lá dentro, dando a cara a tapa resgatando os cachorros do canil !!!!!” (sic).

Entenda o caso

Dezenas de ativistas invadiram o laboratório do instituto Royal e levaram animais do complexo, informaram a Guarda Municipal da cidade e a Polícia Militar (PM) da região. A manifestação foi motivada por suspeitas de maus-tratos aos bichos no local.

Os manifestantes acusam o laboratório de maltratar animais como cães da raça beagle, ratos e coelhos usados em testes laboratoriais de produtos cosméticos e farmacêuticos. Os ativistas afirmaram nas redes sociais que a empresa pretendia sacrificar os animais.

O o instituto Royal afirmou que realiza todos os testes com animais dentro das normas e exigências da Anvisa e que a retirada dos animais do prédio prejudica o trabalho que vinha sendo realizado. Segundo o laboratório, que classificou a invasão como ato de terrorismo, a ação dos ativistas vai contra o incentivo a pesquisas no país.

Manifestantes disseram que o laboratório tinha mais de 200 animais no local.

A Guarda Municipal da cidade informou que o protesto reuniu 120 pessoas, e que a maior parte invadiu o complexo após quebrar um portão por volta de 2h. A corporação confirmou que muitos ativistas levaram em seus carros animais do laboratório.

Fonte: G1

• Acompanhe minuto a minuto toda a campanha contra o Instituto Royal no Camaleão.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ASCENSÃO

GRATIDÃO

INDEFESAS

VIDA NOVA

ETERNIZADO

AÇÃO SOCIAL

AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>