Animais com mais de 230 milhões de anos são encontrados na Argentina


Foto: Cadena 3
Foto: Cadena 3

Um novo e importante sítio paleontológico com restos de animais de mais de 230 milhões de anos foi encontrado no Parque Ischigualasto , na província de San Juan na Argentina

Restos de duas espécies de pequeno porte foram achados. Um é um protomamífero, e outro de um protodinossauro, foram encontrados na semana passada no sul do parque, perto da rota 150, numa área inexplorada por causa da sua inacessibilidade à data.

Como foi confirmado pelo diretor do Instituto e Museu de Ciências Naturais, Oscar Alcober, os especialistas da agência realizam um dos primeiros estudos na área, quando se encontraram com três crânios de protomamífero, que são ancestrais dos mamíferos e outros animais vertebrados, os protodinossauros.

“Este é um meridião do setor, e sem o caminho não poderia ter sido explorado. Abre possibilidades para vislumbrar um estágio que ainda permaneceu escuro, do triássico Médio, para ver como destes antigos répteis saíram os dinossauros” disse Alcober. Os animais são pequenos, do tamanho de um roedor (cerca de 25 centímetros ), de acordo com os dados preliminares que poderem ser obtidos.

“Nós não sabemos se eles tinham penas ou escamas. Dentes têm, mas ainda devem ser extraídos da rocha. O trabalho vai exigir pelo menos um mês para obter mais detalhes” disse Alcober, que afirmava que estes são os restos de vertebrados mais antigos encontrados para o tempo, na província de San Juan, na Argentina. Ele também se referiu à descoberta de uma nova filão, que é uma rocha de vários quilômetros, que apresenta uma importância paleontológica.

A descoberta foi apresentada na manhã da quinta-feira (10) numa conferência de imprensa, na que participou o governador da região José Luis Gioia e é fundamental para que se entenda a vida dos animais na região, visando sua proteção e estudo das espécies deles saídas.

Fonte: Cadena 3


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

TRAGÉDIA

RETROCESSO

SOFRIMENTO

DIFICULDADES FINANCEIRAS

BELO HORIZONTE (MG)

COVARDIA

CRUELDADE

PROTEÇÃO ANIMAL

ALERTA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>