Cerca de 4 mil animais estão abandonados em São João del-Rei (MG)


(Foto: Reprodução/TV Integração)
(Foto: Reprodução/TV Integração)

Entre três e quatro mil cães e gatos vivem nas ruas de São João del-Rei, no Campo das Vertentes, a maioria deles da periferia. A informação é da Secretaria Municipal de Saúde. O coordenador de zoonoses, Valdisnei Lopes da Silva, considera o número elevado, porém afirma que está dentro da média estabelecida pelo Ministério da Saúde. Uma campanha foi realizada neste sábado como tentativa de diminuir esse número.

Para amenizar o problema de abandono, a membro da Sociedade São Francisco de Assis, Leidiane Gouvea, sugere a implantação de microchips nos bichos. “Por enquanto nenhuma medida é tomada pelo poder público. Acredito que uma boa medida seria colocar microchips nos animais para ajudar na identificação dos tutores”, disse.

Em São João del-Rei não há canil municipal e apenas os animais mais agressivos e doentes são tirados de circulação pela prefeitura. Segundo o coordenador de zoonoses, no município são realizadas campanhas de castração em parceria com a Universidade Federal de São João del-Rei. Mas, segundo ele, o maior problema está na postura de alguns tutores. “Muitas pessoas têm o costume de deixar os animais soltos pelas ruas, que acabam cruzando e gerando mais filhotes nas ruas”, esclareceu.

Na manhã deste sábado (5) foi realizada uma feira de adoção na cidade. Vinte animais abandonados foram disponibiliza-los e metade deles, adotados. A feira faz parte da ‘”Semana do Animal”, que segue até o próximo dia 19.

Fonte: G1


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>