Ilustradora sorocabana homenageia animais com retratos em formatos antigos


retratos_animais_antigos
Foto: Divulgação

É no passado que a publicitária e ilustradora sorocabana Fabiana Faiallo busca as referências para um dos seus recentes projetos. Mais precisamente nos antigos retratos pintados e, na maioria das vezes, presos a uma moldura ovalada, que eram muito comuns nas famílias brasileiras de tempos atrás. A inspiração surgiu através de um pedido do avô: também exímio desenhista, saudosista e apaixonado por fotos. Ele queria que a neta desenhasse, a partir de uma foto sua quando jovem, um retrato em formato oval. Mas foi a possibilidade de retratar animais que motivou a artista a seguir em frente com o projeto. “Minha relação com os animais sempre foi mais próxima do que com os seres humanos. Os animais sempre foram grandes amigos que tive a sorte de dividir o mesmo tempo, cada um com sua personalidade e suas manias me ensinaram muito sobre a vida”, defende.

Mas o projeto não se trata apenas de retratar a imagem de um animal como um cachorro, gato ou mesmo um porquinho-da-índia, um dos muitos animais domésticos tutelados por Fabiana. O diferencial é a personificação atribuída aos animais, que ganham roupas, acessórios e ares que caracterizam suas personalidades. “Acontece que toda vez que olho pra um deles, vejo a possível criatura humana que seriam. Isso sem contar os traços psicológicos mais evidentes, aqueles desenvolvidos através da convivência conosco”, conta ela, explicando que Moisés, um porquinho-da-índia, mesmo com pouco mais de um ano de vida tem a personalidade de um velho mal humorado e rabugento. “Moisés, um jovem senhor metódico, ágil e comilão como um hobbit. Talvez ganhe um prêmio de física um dia e vire botânico depois que aposentar. Toca piano com as mãos rosadas e gordinhas, de unhas longas e sujas. Tem a maior biblioteca que um porquinho-da-índia é capaz de imaginar”, descreve ela.

E foi assim que ele foi retratado. “Os retratos ovais antigos fazem parte do meu imaginário infantil, assim como de muitas pessoas, porque estavam nas casas dos meus avós e bisavós, e como sou apaixonada por antiguidades, achei uma junção perfeita!”, diz.

Além de Moisés, os cachorros da casa também ganharam retratos vintage. “Depois que iniciei, pesquisei e encontrei artistas que já fizeram algum retrato de animal neste estilo, em outros países e épocas. Acho que essa coisa de dar uma personalidade humana a animais é muito comum até por conta de desenhos animados e livros infantis antigos, isso sempre existiu. Porém, para mim aconteceu naturalmente, pois animais e antiguidades são minhas grandes paixões”, relara.

Para conhecer mais o trabalho de Fabiana, basta acessar o blog da artista.

Fabiana Faiallo | Blog

Fonte: Cruzeiro do Sul


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>