Ladrões invadem chácara e levam 39 cães de criadouro em Ribeirão Preto (SP)


Ladrões renderam uma família e sequestraram 39 cães de raça que eram explorados em um canil, na zona rural de Ribeirão Preto (SP) entre a tarde de terça-feira (3) e a madrugada desta quarta-feira (4). Os ladrões agiram em dois momentos diferentes em menos de dez horas: no primeiro, uma empresária de 51 anos, sua mãe de 72 anos e sua neta de 3 anos disseram que foram rendidas à tarde por dois homens armados que levaram sete cães. Na segunda ação, durante a madrugada, a chácara foi invadida e outros 32 cães foram levados, sendo 12 filhotes. Câmeras de monitoramento flagraram a ação dos criminosos. Ninguém foi preso. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG).

A empresária Marlene Garcia Leal, de 51 anos, conta que por volta de 15h de terça entrava em sua chácara, próxima ao bairro Jardim das Palmeiras, na zona rural, para alimentar os cães no canil quando foi surpreendida. No veículo, além dela, estavam a mãe e a neta. “Quando olhei no retrovisor para fechar o portão eletrônico da chácara, vi duas pessoas na traseira do meu carro, uma delas estava apontando uma arma. Falei que poderiam levar o que quisessem. Ninguém iria reagir”, diz.

Segundo Marlene, os suspeitos não sabiam da existência dos animais e pareciam nervosos. “Eles perguntaram o que tinha no fundo da chácara. Expliquei que eram cães. Eles foram até o canil e levaram sete animais. Não foram agressivos, mas pareciam nervosos, pois derrubaram a arma no meu pé”, explica. Nesta primeira ação, segundo a empresária, foram levados dois cães da raça maltês, dois shih tzu e três spitz alemão, além do carro da família.

Segundo a Polícia Civil, nenhuma pista dos suspeitos foi encontrada.

Segunda invasão
Depois do assalto, a empresária conta que outros 32 animais foram levados da chácara já na madrugada de quarta-feira, quando não havia ninguém no local. A vítima diz que soube do ocorrido apenas às 5h30, horário em que um vizinho a informou, por telefone, que o portão de sua propriedade estava aberto e as luzes estavam acesas. “Quando meu vizinho me ligou, já falei com a polícia e fui correndo para o local”, diz.

No local, a empresária se deparou com o portão arrombado, com as portas da casa quebradas e confirmou a ausência dos cães. “Eles levaram mais 20 cachorros adultos e mais 12 filhotes.” Apesar de não querer revelar a quantidade de animais, por medo de novos ataques, a mulher garante que os que ficaram estão muito estressados.

Além dos cães, objetos foram furtados do interior da casa. “Levaram cobertores, travesseiros, ferramentas de pedreiro, maquinário para cortar madeira e três câmeras de monitoramento”, explica.

Mesmo com três câmeras de monitoramento levadas pelos criminosos, outras cinco gravaram a movimentação dos suspeitos e ajudarão a polícia nas investigações.

Fonte: G1

Nota da Redação: Animais explorados em criadouros são vitimas em potencial de sequestradores e criminosos, pois este tipo de ação é fortemente influenciado pelo comércio de animais. Quando cães são explorados cruelmente e tratados como mercadoria, encontrando entre a população aqueles que paguem por uma vida, crimes como esse são praticados. Vidas não podem ser compradas, mas a exploração de animais em criadouros, onde o proprietário só visa seu lucro, tem atraído a atenção de sequestradores e ladrões. Cães são vendidos como objetos em feiras e pet shops, muitas vezes fruto de sequestros dentro de suas próprias casas, pois suas vidas podem ser negociadas. Amigo não se compra!


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSCIENTIZAÇÃO

SOLIDARIEDADE

NOVOS LARES

RIO CLARO (SP)

EXTINÇÃO

VISIBILIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>